Resumo Trabalho

ESTUDO DA PRODUÇÃO DE ETANOL A PARTIR DE SORGO BIOMASSA (SORGHUM BICOLOR (L.) MOENCH)

Autor(es): FRANCYELI FERNANDES, CHARLES SOUZA DA SILVA, MONIQUE V. B. DOS SANTOS, CRISTIAN JACQUES BOLNER DE LIMA e orientado por CRISTIAN JACQUES BOLNER DE LIMA e orientado por CRISTIAN JACQUES BOLNER DE LIMA

O Brasil tem potencial para produzir o etanol de segunda geração feito através do bagaço de sorgo biomassa, pois há matéria prima em abundância com fácil acessibilidade. O grande desafio para a sua produção consiste em determinar a melhor opção de disponibilizar a glicose a partir da hidrolise de celulose em termos de custo global, rendimento glicosídico e fermentabilidade do hidrolisado. Assim, este trabalho teve como objetivo demonstrar diferentes métodos de pré- tratamentos hidrolítico da celulose em açúcares fermentescíveis para posterior fermentação e produção do bioetanol. Após analises experimentais, o maior resultado encontrado, em frascos agitados, para a produção de etanol foi de 19,3 g/L, com um rendimento final de (YP/S) de 45 % e produtividade volumétrica de 0,77 g/Lh, a partir do sorgo biomassa (Sorghum bicolor (L.) Moench), pré-tratado, utilizando a carga enzimática de 35 FPU/g.

Veja o artigo completo: PDF