Resumo Trabalho

O TRABALHO COM OS GÊNEROS TEXTUAIS NA EJA: LETRAMENTO MIDIÁTICO E JORNALÍSTICO NA PRÁTICA EDUCATIVA

MARIA ELIZABETE SALES ALVES DE VASCONCELOS, GÉSSICA KAJAMYLLE DA SILVA LIMA, FRANKICIARA GOMES DA SILVA e orientado por MARIA DE FÁTIMA DE SOUZA AQUINO e orientado por MARIA DE FÁTIMA DE SOUZA AQUINO

O presente trabalho é resultado da realização do projeto “O Trabalho com os Gêneros Textuais na EJA: Letramento midiático e Jornalístico na Prática Educativa”, realizado na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Emiliano de Cristo, localizada na cidade de Guarabira-PB. O projeto foi desenvolvido pela equipe do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à docência) da Universidade Estadual da Paraíba, Campus III, Guarabira, juntamente com a professora supervisora Maria Elizabete Sales Alves de Vasconcelos. O objetivo do projeto foi de promover o processo linguístico através de situações e atividades de interação realizadas em grupos com o intuito de fazer com que os educandos fossem capazes de produzir os gêneros textuais estudados (Notícia, Entrevista, Artigo de Opinião, Carta do leitor, Anúncio Publicitário, Editorial e Reportagem) e a construção de um jornal escolar impresso e falado, otimizando a gestão das mídias dentro do espaço escolar. O projeto “O Trabalho com os Gêneros Textuais na EJA: Letramento midiático e Jornalístico na Prática Educativa” deu continuidade a terceira edição do Jornal Escolar “Polivalente Notícias”, uma vez que a participação dos alunos em prol da produção do jornal em sua primeira e segunda edições foi muito significativa e contribuiu de forma positiva para o crescimento e amadurecimento do processo de aprendizagem de leitura e produção textual dos mesmos. A metodologia utilizada para materialização do projeto tratou-se da aplicação em lócus de atividades em sala de aula, por meio de recursos didáticos, a qual será apresentada neste estudo por meio de uma síntese explicativa das atividades desenvolvidas, elencadas a partir da compreensão do projeto e da sua constituição na realidade.

Veja o artigo completo: PDF