Resumo Trabalho

O ATO DE LER E A IMPORTÂNCIA DA LEITURA NA FORMAÇÃO DO LEITOR

CINTHYA MAYARA MENEZES DE FREITAS, JOSEFA MACHADO e orientado por RANIERI MACHADO BEZERRA DE MELLO e orientado por RANIERI MACHADO BEZERRA DE MELLO

Sabemos que o desenvolvimento da leitura deve ser estimulado bem antes das crianças ingressarem nos espaços educativos, contando em especial com a participação da família para que estas possam criar desde cedo nas crianças o hábito de leitura. Seguindo esse contexto, a escola como instituição da educação formal, tem como objetivo contribuir para o progresso dos alunos, fazendo uso de atividades atrativas, lúdicas, divertidas e criativas, possibilitando a participação e inserção dos alunos nesta prática que consideramos primordial para o crescimento intelectual de qualquer pessoa e consequentemente de todo estudante. Dessa maneira, o gosto pelo ler, bem como, a necessidade da leitura em nosso cotidiano, que podem ser representadas por meio de ações e atitudes, apenas ressalta ainda mais a importância da leitura para a construção social, individual, coletiva e a ampliação do repertório linguístico dos indivíduos, dando oportunidades para que os mesmos possam transformar o ato de ler em uma condição essencial para a sua formação como um cidadão crítico, reflexivo, autônomo e participativo, pois, na medida em que estes indivíduos se tornam instruídos, compreendendo o significado dos discursos que estão à sua volta, neste momento, poderão se pronunciar, através de um diálogo bem feito, surpreendente, verdadeiro e com frases bem colocadas. Por esta razão, analisar o papel da leitura em suas inúmeras particularidades e possibilidades, visto que, a sociedade necessita de uma maior conscientização, incentivo, acesso à informação por intermédio da leitura. Este estudo se constituiu através de uma pesquisa de campo realizada em uma escola pública da cidade de Campina Grande – PB, tendo como objetivo gerar uma reflexão na busca de atitudes em relação a deficiência de leitura presente entre a comunidade estudantil.

Veja o artigo completo: PDF