Resumo Trabalho

A INCLUSÃO SOCIAL DE PESSOAS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS EM UMA ESCOLA DE CAMPINA GRANDE.

MAIANE CABRAL DA SILVA, ALINE DE ANDRADE SILVA, MÁRCIA RENATA SOARES DA SILVA, PAULA EMELY DE SOUZA BRANDÃO e orientado por LENILDA CORDEIRO DE MACEDO e orientado por LENILDA CORDEIRO DE MACEDO

Este artigo tem por finalidade refletir sobre a inclusão de pessoas com necessidades educativas especiais e a capacidade de aceitação das diversidades dos indivíduos na escola, garantindo acesso igualitário às oportunidades, possibilitando ao educador desenvolver um olhar crítico sobre sua atuação e os resultados de suas ações. A Educação Especial Inclusiva representa um dos principais desafios da área da educação, uma vez que elimina as barreiras, a discriminação, dentre outras, que dificultam ou impedem o conhecimento e a aprendizagem de todos na escola. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo verificar como a escola está diante da Inclusão social, a pesquisa foi realizada na Escola Normal Padre Emídio Viana Correia, localizada em Campina Grande-PB. Trata –se de análise qualitativa, do tipo descritiva. A partir da análise de conteúdo, constatou-se que no ensino regular as pessoas com necessidades educativas especiais estão sendo bem acolhidas e recebidas tanto pelos alunos como pelos professores e demais funcionários. Mas, é necessário que os professores sempre busquem métodos e recursos como forma de inovação, adquirir sempre mais conhecimento para melhor mediar conhecimentos aos seus alunos sem diferenças, o educador precisa conseguir propiciar a seu educando um ambiente saudável, estimulante e facilitador da aprendizagem, não haverá no ambiente escolar deficiências, nem diferenças, mas haverá uma prática pedagógica diferenciada. É através da inclusão que a criança desenvolve a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima, preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios e participar na construção de um mundo melhor independente das diferenças. A escola já se encontra devidamente adaptada fisicamente com rampas de acesso e corrimão para acolher as necessidades físicas do aluno presente.

Veja o artigo completo: PDF