Resumo Trabalho

PRODUÇÃO DE VELAS REPELENTES A PARTIR DO EXTRATO VEGETAL DO MANJERICÃO

MARIA DAS NEVES DE SÃ CATÃO, CIBELE MEDEIROS DE CARVALHO e orientado por FRANCISCO FERREIRA DANTAS FILHO. e orientado por FRANCISCO FERREIRA DANTAS FILHO.

O projeto de pesquisa e intervenção educacional propôs o combate às doenças causadas pela picada do mosquito Aedes aegypti através de ações educativas que visem potencializar os cidadãos e cidadãs a buscarem soluções para o controle de seu vetor no município. Ele parte do pressuposto de que a conscientização sobre as raízes da problemática socioambiental e o estabelecimento de relações saudáveis entre as pessoas e o meio que as cerca são fundamentais para a efetividade dos processos reflexivos e educativos aqui pretendidos. Sabe-se que atualmente existe um imenso desafio em desenvolver atitudes preventivas frente às questões ambientais com maior sensibilização e afeto pelo meio onde se vive. É preciso fortalecer valores éticos e responsabilidades no exercício da cidadania, bem como dar condições para que se perceba que o ambiente sadio reflete diretamente na qualidade de vida. Diante da proliferação de insetos e do alto preço dos repelentes comercializados na comunidade escolar foi debatido e sugerido pelos alunos do nono ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Murilo Braga, localizada à Rua Santa Filomena – Liberdade um projeto o qual viabilizasse a produção de velas repelentes à base de extratos de plantas com ação repelente uma vez que a vela, junto com a tintura repelem os insetos do ambiente podendo ser aplicadas em superfícies ou usadas na limpeza para atuarem como repelente. As atividades desenvolvidas tiveram como objetivo divulgar os métodos de controle da proliferação dos mosquitos com o uso da vela repelente ensinando os alunos desde a extração dos óleos essenciais à elaboração dos repelentes o que despertou a importância do trabalho em equipe para melhoria da saúde coletiva.

Veja o artigo completo: PDF