Resumo Trabalho

A INFLUÊNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE QUÍMICA: UM RELATO DE VIVÊNCIA DE BOLSISTAS E EX-BOLSISTAS DO PIBID/QUÍMICA/CAPES/UEPB

AMANDA CAROLINE FERREIRA ARAUJO, ANTONIO JUNIOR COSTA BARBOSA, ELITUANE SOUSA DA SILVA, IZABELLA GOMES DE MEDEIROS, JACQUELINE PEREIRA GOMES, MARIA ELISABETH DE OLIVEIRA FÉLIX e orientado por CIBELE MEDEIROS DE CARVALHO e orientado por CIBELE MEDEIROS DE CARVALHO

Um dos maiores desafios da educação de hoje em dia, é atrair jovens para os cursos de graduação em licenciatura. Um dos maiores dilemas encontrados na formação nos cursos de licenciatura é a tímida integração entre a realidade escolar e as práticas vivenciadas no âmbito da universidade, o que fragiliza a formação dos futuros professores para o exercício da docência. O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) surge como contribuição na formação inicial do licenciando, como projeto que busca promover a inserção dos futuros professores dos cursos de licenciatura na docência, permitindo que estes possam atuar no âmbito escolar. Outro ponto positivo é que, o PIBID ao ser inserido nas escolas proporciona experiências formativas importantes aos futuros professores, descortinando a realidade do ambiente escolar, contribuindo para a construção de uma identidade com a docência. Os licenciados, inseridos no PIBID, têm a oportunidade de se aproximar mais do contexto da prática docente, construção que vai se consolidando ao longo do curso de graduação. Diante disso, este trabalho busca relatar a influência do programa na formação dos futuros professores e professores já formados. Como investigação, foi realizada uma pesquisa com bolsistas e ex-bolsistas do programa PIBID/QUÍMICA/CAPES/UEPB com o seguinte objetivo de saber como o PIBID estaria influenciando na sua formação, e para os ex-participantes do programa, como influenciou na sua formação. Ao final, podemos concluir com as falas dos bolsistas ex-bolsistas que há uma satisfação dos mesmos vivenciarem a experiência docente junto com o PIBID. Com o programa os discentes podem vivenciar a teoria estudada durante o curso e a prática pedagógica, tornando-os capazes de desenvolver novas metodologias no ensino de química, que contribui para sair de um sistema de ensino tradicional.

Veja o artigo completo: PDF