Resumo Trabalho

ESTUDO PANORÂMICO DAS RELAÇÕES DE AFETIVIDADE ENTRE ALUNOS E PROFESSORES: NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESPANHOLA.

HELAINE DE SOUZA MACIEL, VANESSA MATIAS DINIZ e orientado por PROFª DRª CRISTINA BONGESTAB e orientado por PROFª DRª CRISTINA BONGESTAB

O presente estudo visa a proporcionar uma visão panorâmica das relações afetivas existentes entre alunos de duas turmas do primeiro ano do ensino médio no turno da tarde da rede pública de ensino da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor Raul Córdula e nós, como estudantes do curso de Língua Espanhola da Universidade Estadual da Paraíba, professores em formação e bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – do subprojeto Espanhol - PIBID (UEPB - Campus I). Este trabalho terá como base a premissa de que o ensino/aprendizagem da Língua Espanhola contribui para o processo educacional como um todo e o papel da afetividade torna-se um vínculo indispensável para o desenvolvimento cognitivo de ambos os lados, compartilhando assim, os ensinamentos, relatando as experiências e acima de tudo, adquirindo um elo produtivo entre alunos e professores. Com esta perspectiva, a afetividade foi escolhida como um objeto de estudo, em que analisaremos o processo desde o primeiro contato físico até a aquisição da afetividade, englobando o subprojeto do curso de Letras - Espanhol ­– UEPB (campus Campina Grande), o verbal, a presença do lúdico como uma forma de entusiasmar os alunos, chamando sua atenção para o até então desconhecido e a relação de cuidados existentes entre os jovens e os professores da mesma área. Esta pesquisa tem como objetivo principal analisar o comportamento da afetividade no campo educacional e sua relevância dentro da sala de aula. Nosso trabalho terá como fundamentação teórica os pressupostos básicos das Teorias de Jean Piaget, Henry Wallon e Lev. S. Vygotsky, verificando na prática, o advento da afetividade.

Veja o artigo completo: PDF