Resumo Trabalho

O TRATO PARA COM A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO COMPONENTE GINÁSTICAS

DANIEL BATISTA SANTANA e orientado por JEIMISON DE ARAÚJO MACIEIRA e orientado por JEIMISON DE ARAÚJO MACIEIRA

O conhecimento acerca da ginástica, que integra os conteúdos da cultura corporal da Educação Física, vem sendo negado nas aulas como indicam pesquisas recentes. Este fato advém de diversas variáveis, na qual podemos citar a problemática da formação inicial de professores e seu inconsistente e superficial trato curricular. A presente pesquisa enveredar-se ao âmbito de formação de professores em Educação Física e objetiva descrever e refletir a maneira pela qual o componente curricular Ginásticas do curso de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba, organiza a forma avaliativa das duas unidades, para, assim, possibilitar um salto qualitativo na formação dos graduandos em Educação Física, situando assim, a fundamentação teórica das aulas e, por fim, a contribuição da monitoria para a formação do aluno monitor. A referente pesquisa caracteriza-se como relato de experiência na monitoria com vigência entre os períodos letivos 2016.2 a 2017.1 do componente Ginásticas. A metodologia empregada caracteriza-se como sendo descritiva de abordagem qualitativa a partir de pesquisas bibliográficas, onde optamos situar os festivais teoricamente, e posteriormente, organizamos o festival em quatro tempos pedagógicos. Em suma, nota-se que a produção de conhecimento propicia um novo significado para com o conteúdo ginástica e o festival é um momento onde as vivencias sintetizam os conhecimentos adquiridos no componente. Nesse sentido, podemos admitir que a forma avaliativa do componente curricular Ginásticas vem tendo uma perspectiva que traz avanços para a formação de professores em Educação Física, fora dos marcos de uma formação unilateral. Posteriormente, notou-se a necessidade de outros componentes aderirem ou buscar entender essa perspectiva de avaliação a qual os graduandos estão submetidos, para, assim, a referida formação poder dar largos passos qualitativos.

Veja o artigo completo: PDF