Resumo Trabalho

ANÁLISE DA FLEXIBILIDADE ENTRE ACADÊMICOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

JESSICA DE ALCANTARA BESERRA e orientado por CLÉSIA OLIVEIRA PACHÚ e orientado por CLÉSIA OLIVEIRA PACHÚ

A flexibilidade é um dos componentes relacionadas a aptidão física de indivíduos correlacionada a qualidade de vida, bem estar, motricidade, elasticidade muscular, fatores externos e internos, individualidade biológica em que os mesmos são influenciados sendo a flexibilidade um dos principais fatores relacionados a aptidão física. Preocupados com essa problemática objetivou-se do presente estudo avaliar o nível de flexibilidade em alunos da UEPB. A amostra foi composta por alunos dos departamentos da UEPB, nos turnos da tarde, nas 4ª e 5ª com turmas entre 10 a 20 alunos do sexo masculino e feminino, sendo uma pesquisa de caráter quali-quantitativo. O Projeto de pesquisa do Núcleo de educação e atenção a saúde/ NEAS, teve como público alvo alunos matriculados na instituição. O procedimento utilizado foi o convite feito as turmas dos devidos departamentos aplicando-lhes práticas de exercícios de flexibilidade que ajudasse nas avaliações. A coleta de dados foi feita nos mês de Setembro e se encontra em andamento até o presente momento. Considerando os fatores correlacionados a aptidão física, os indivíduos do gênero masculino apresentam menor flexibilidade comparando-se com os indivíduos de gênero feminino transparecendo nos momentos de executar movimentos para a avaliação em sua rotina de atividades a desempenhar dentro da universidade. O estudo também apresentou que os alunos mostram-se em alguns momentos em níveis estressantes em relação a carga horaria a serem cumpridas em dois turnos. A presente intervenção se faz necessária por serem os estudantes acometidos por tensão muscular entre outras situações estressoras.

Veja o artigo completo: PDF