Resumo Trabalho

O ENSINO DE FÍSICA PELA INTERFACE HISTÓRICA DA CIÊNCIA: UMA ABORDAGEM DO ELETROMAGNETISMO ATRAVÉS DOS ESTUDOS DE OERSTED

GENILSON BATISTA DA SILVA, SAMIRA ARRUDA VICENTE, RAFAEL PEDRO DA ROCHA, JOSÉ PRAXEDES DE OLIVEIRA NETO

Este trabalho consiste num relato de experiência docente, ministrada por alunos do curso de Licenciatura em Física da Universidade Estadual da Paraíba e que são bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). A proposta didática refere-se ao eletromagnetismo e é marcada pelo uso da abordagem histórica da ciência, complementada por práticas experimentais. O recorte histórico escolhido tem como base o artigo: “Oersted e a descoberta do Eletromagnetismo”, elaborado por Roberto de Andrade Martins. O conjunto de atividades desenvolvidas diz respeito a duas fases: planejamento e intervenção. No planejamento ocorreu a escolha/estudo de obras didáticas e históricas pertinentes e a produção do material necessário para a implementação da sequência. A etapa de intervenção seguiu a lógica dos momentos pedagógicos de Delizoicov – problematização inicial, organização do conhecimento e aplicação do conhecimento. Num primeiro momento foi destacada à discussão da história em torno do surgimento/uso da bússola, e num desafio de produção desse instrumento a partir de materiais de baixo custo, sem qualquer tipo de orientação prévia. Em seguida, trabalhou-se: i) a retomada do debate em torno da bússola por meio da apresentação da montagem sugerida; e ii) a explanação sobre o eletromagnetismo, no século XIX, com foco nos estudos de Hans Christian Oersted (1777-1851). A terceira parte das aulas contemplou a reprodução de três reconhecidos testes experimentais realizados por Oersted, envolvendo os efeitos observados em uma bússola a partir da aproximação de um condutor percorrido por corrente elétrica. A última etapa de intervenção enfocou: o ensino dos conceitos abordados na perspectiva atual, em contraponto a teoria contemporânea aos estudos de Oersted; e um desafio de montagem de mapa conceitual que continha as noções-chave da Física e do histórico abordados. O contato com a contextualização histórico-filosófica da ciência, bem como com a Experimentação, demonstrou favorecer o entendimento da física adjacente e da dinâmica do trabalho científico. Além disso, a experiência docente sinaliza contribuições positivas para manutenção da escolha pelo magistério, por parte dos bolsistas.

Veja o artigo completo: PDF