Resumo Trabalho

O PAPEL DO PROFESSOR DE FILOSOFIA ENQUANTO FILÓSOFO

JOSÉ FERREIRA DE LIMA NETO, VALMIR PEREIRA, EDUARDO FELIPHE DANTAS DE ARAÚJO

Com a perspectiva de aborda o professor-filósofo, e como o mesmo se edifica na sua forma de lecionar, o trabalho propõe o tratamento do ensino de filosofia e do desenvolvimento da atividade filosófica mediante os alunos, o filosofar partindo do professor e sendo chave de acesso para um ensino frutífero ante o alunado. O artigo pretende apontar mecanismos para que o ensino de filosofia seja realmente produtivo no que se refere ao aprendizado dos alunos, o filosofar e como instigar os alunos a atingirem essa atividade vem como esboço central do estudo, retratando ainda a dificuldade que o professor encontra em atuar como filósofo em sala de aula, tentando romper essas barreiras o professor procura mecanismo para que os alunos filosofem, o processo de desconstrução é trazido junto a realidade que o aluno encontra-se inserido, a aproximação do conteúdo de aula com as experiências que o aluno enfrenta são contundentes para o processo de construção do aprendizado e da atividade crítica, a missão não é fácil de estabelecer um contato entre realidade do aluno e condição com que o conteúdo deve ser repassado, recursos não filosóficos tem que serem colocados como forma para que o aluno agregue esse conhecimento, a aproximação do conhecimento como ponto chave para a transmissão de forma compreensível e que motive o aluno a trilhar por esse caminho fértil que é o conhecimento, em linhas gerais será tratado de pontos que dêem acesso ao professor se comportar como filósofo no ambiente de sala de aula e que instigue junto ao seu alunado tal atividade de pensamento que a filosofia propõe.

Veja o artigo completo: PDF