Resumo Trabalho

LEITURA E PRODUÇÃO DE GRÁFICOS COMO RECURSO PARA COMPREENSÃO DO CONTEÚDO POPULAÇÃO BRASILEIRA NAS AULAS DE GEOGRAFIA

EDUARDO SOARES DA SILVA e orientado por JOSANDRA ARAÚJO BARRETO DE MELO e orientado por JOSANDRA ARAÚJO BARRETO DE MELO

O ensino de Geografia é um campo de realizações e dilemas, onde, muitas vezes a chave para uma aula satisfatória e para o desenvolvimento de um projeto pedagógico pode estar no mais simples dos recursos e procedimentos metodológicos. O ensino de Geografia no nível fundamental tem o objetivo de mostrar e relacionar conceitos, temas e possibilidades, os gráficos, portanto, passam a ser um elemento pedagógico e geográfico passível de encaixar-se neste patamar. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é mostrar como os gráficos podem ser um importante recurso nas aulas de Geografia, principalmente para a compreensão do conteúdo sobre população brasileira. Este trabalho foi desenvolvido a partir de uma proposta de abordagem qualitativa do ensino de Geografia e do desenvolvimento de um projeto de intervenção pedagógica para alunos matriculados na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor Itan Pereira, em Campina Grande-PB, através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência-PIBID do curso de Licenciatura Plena em Geografia da Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. As intervenções para a realização do projeto foram divididas em uma parte teórica, com o aprendizado de conceitos populacionais e dos gráficos de barra, linha e setores. A outra etapa envolveu a construção de gráficos em papel milimetrado através de dados populacionais do Brasil. As etapas e as intervenções feitas evidenciaram a concretização do que foi pensado, porém muitos imprevistos e cortes tiveram que ser feitos ao passo que ações não pensadas aconteceram, dando um requisito a mais no sucesso das ações edificadas neste trabalho. Por fim, ficou claro como cada conteúdo pode ter um recurso principal a ser utilizado, como foi o caso do tema sobre população brasileira e sua relação com os gráficos.

Veja o artigo completo: PDF