Resumo Trabalho

O USO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS COMO RECURSO DIDÁTICO: UM RELATO A PARTIR DA PROPOSTA DE UM ENSINO CONTEXTUALIZADO

LUCICLEIDE ARAÚJO RODRIGUES e orientado por ELIZABETE CARLOS DO VALE e orientado por ELIZABETE CARLOS DO VALE

O presente trabalho é fruto de uma experiência oportunizada pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), no subprojeto de Pedagogia da UEPB/Campus I – Campina Grande/PB, tendo como campo de estudo a Escola Municipal de Ensino Fundamental Rivanildo Sandro Arcoverde, situada na mesma cidade. Um dos requisitos para a escola ser selecionada a participar do PIBID, é estar com seu Ideb baixo, pois, segundo o Ministério de Educação, o PIBID se constitui em um programa da CAPES que tem por finalidade fomentar a iniciação dos licenciandos em processo de formação, à docência. Entretanto, o mesmo também busca contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica e pública. Nessa perspectiva, o objetivo desse artigo se concretiza em compartilhar a experiência da aplicação de uma sequência didática com a utilização de Histórias em Quadrinhos (HQs) como recurso didático, no intuito de facilitar e incrementar o interesse participativo dos alunos durante o processo de ensino e aprendizagem, bem como, estimular suas potencialidades quanto a interpretação de textos e melhoramento de suas habilidades de leitura e escrita, partindo do princípio de um ensino contextualizado onde os alunos consigam fazer ligação com vivencias reais a partir das histórias trabalhadas em sala e também em suas próprias produções. A metodologia utilizada para a concretização dessa proposta de contribuir com o ensino e aprendizagem desses alunos, bem como estudar e compreender como se dá esse processo a fundo, é de caráter qualitativo, visto que esse tipo de metodologia nos permite entender o porquê de certas coisas encontradas muitas vezes enrustidas em determinados contextos e assim poder entender, o que é de relevante importância em nossa formação acadêmica, como de fato ocorre o processo de ensino e aprendizagem desses alunos de 5º ano, participantes do projeto, em termos de compressão e produção textual, experiência de riqueza ímpar, tanto para nós que participamos do projeto enquanto pibidianas, quanto para os alunos em termos de estimulação e valorização de suas produções.

Veja o artigo completo: PDF