Resumo Trabalho

GNERO E SEXUALIDADE NAS AULAS DE SOCIOLOGIA: DESAFIOS DO NOVO CONTEXTO BRASILEIRO

Autor(es): GABRIELA GARCIA SEVILLA e orientado por FERNANDO SEFFNER e orientado por FERNANDO SEFFNER

No contexto atual do Brasil, em meio a crise poltica, econmica, social e institucional, emergem um conjunto de ideias e projetos conservadores produzidos por agentes diversos: lderes polticos, lderes religiosos, intelectuais, empresrios, cidados comuns e at ex-celebridades se unem em grupos de interesse vinculados ao que tem sido chamado de projeto escola sem partido e contra a ideologia de gnero. Este projeto se relaciona estreitamente com o contexto mais amplo que vive o pas, mas tem como objeto principal a educao, em especial, o trabalho de professoras/es e o que deve ser ensinado ou no nas escolas. Qual o papel do professor/a? Qual o papel da escola? Que currculo se quer? A partir destas questes que esto sob forte disputa ideolgica h o questionamento de alguns temas que recentemente comearam a ser pautados na educao, a partir da mobilizao dos movimentos sociais e dos pesquisadores no contexto de redemocratizao do Brasil, alm de compromissos internacionais que foram firmados pelo pas. Mais especificamente temas como a diversidade cultural, as questes de gnero e sexualidade (respeito s diferentes identidades de gnero e orientao sexual), os direitos humanos e os estudos sobre a questo poltica e a cidadania. Neste contexto, esta pesquisa visa refletir sobre estas disputas, quem so os agentes interessados e que consequncias este debate pode gerar na educao, mais especificamente na rea de sociologia no ensino mdio, disciplina que historicamente estuda estes e outros assuntos considerados polmicos e delicados.

Veja o artigo completo: PDF