Resumo Trabalho

NO SE EDUCA APENAS NAS ESCOLAS: QUESTES ATUAIS NOS ESPAOS NO FORMAIS DE EDUCAO

Autor(es): CARLOS ANDR SILVA DO VALE, CCERO JOAQUIM DOS SANTOS, JOS BRITO DA SILVA FILHO, JOS CLUDIO LENCIO GONALVES

Os debates sobre gnero e educao nestas ltimas conjecturas polticas tm transformado a seriedade tica, militante e poltica dessas questes em discursos reducionistas, biologicistas e conservadores, onde h imposies jurdicas que incitam o dio e a segregao pelo modo plural de se experienciar o corpo, os afetos, as emoes, e a tentativa de denega a diversidade e pluralidade humana. O golpe que a educao vem sofrendo exige repensar os lugares de aprendizado, as prticas e os mtodos educacionais. Dessa maneira, apresentaremos a experincia com educao popular em espaos no formais de educao com base na extenso universitria com povos de terreiros na cidade de Juazeiro do Norte-Ce, que vem possibilitando o enriquecimento epistemolgico e metodolgico de se construir uma educao participativa, democrtica em uma perspectiva cidad dentro de territrios no formais de ensino e aprendizagem. Com base nos mdulos sobre gnero e diversidade do projeto, percebeu-se a emergncia do debate sobre essas questes, fundamentalmente os que envolvem o machismo dentro da religio de matriz-africana, a LGBTfobias e sobretudo a implicao dos terreiros no cenrio politico de luta pelos Direitos Humanos. Portanto, em meio aos desafios e possibilidades, construiu-se um aprendizado consciente, critico e participativo conectando os saberes entre a universidade e os terreiros de Candombl em direo a compreenso da pluralidade e o multiculturalismo presente dentro das instituies quer sejam elas religiosas ou no.

Veja o artigo completo: PDF