Resumo Trabalho

O PRAZER TODO NOSSO: SEXUALIDADE E SUBJETIVAO NAS LETRAS AUTOBIOGRFICAS DE UMA PROSTITUTA

Autor(es): MANUELA CUNHA PEIXINHO

Figura controversa na sociedade, ora vista como vtima de um sistema, ora como a femme fatale, a prostituta passa a falar sobre si atravs de textos autobiogrficos, ressignificando suas vivncias e se implicando em sua histria como sujeito. Nesta perspectiva, este trabalho discute as formas de subjetivao utilizadas na escrita de O prazer todo nosso, destacando o lugar e contornos dados sexualidade. A autora, Lola Benvenuitti, divide sua obra em dois vieses: na primeira parte, so abordadas as negociaes situacionais e agenciamentos identirrios que precisou realizar com os clientes durante o meretrcio; e na segunda parte, trata da sua relao com outros atores sociais, como famlia, amigos diante de sua escolha em se prostituir. Entende-se aqui a escrita autobiogrfica para alm de uma verdade, mas antes de tudo, uma representao que o indivduo faz de si, do outro, considerando tambm o mercado no qual ser publicada sua histria. Sendo assim, na sua escrita, Lola revela segredos do instigante mundo do meretcio, rasurando conceitos e rompendo com preconceitos demonstrando que a prostituio muito mais do que somente sexo e que ser prostituta apenas uma de suas mltiplas e complexas identidades.

Veja o artigo completo: PDF