Resumo Trabalho

GNERO E INTERSEXUALIDADE: PARA ALM DA HETERONORMATIVIDADE

Autor(es): ANDRA SANTANA LEONE DE SOUZA, ANA KARINA FIGUEIRA CANGU CAMPINHO, ISABEL MARIA SAMPAIO OLIVEIRA LIMA

Resumo Este trabalho visa discutir o conceito de gnero na perspectiva dos familiares de crianas intersex. Intersexo se refere a uma condio de nascena em os que os rgos sexuais e/ou reprodutivos no correspondem s corporeidades esperadas socialmente para o sexo masculino ou feminino. Quando uma criana nasce nesta condio, demanda anlise diferenciada do padro identitrio classificatrio do sexo masculino-feminino, perpassando pelas concepes sobre gnero, corpo e sexualidade. O estigma em relao s crianas intersexuais constitui assunto delicado. O tratamento mdico pode vir a se prolongar, em algumas circunstncias, durante a vida da pessoa, ora requerendo exames, a utilizao de medicamentos e, em alguns casos, realizao de cirurgias. O trabalho adota uma abordagem metodolgica de carter qualitativo mediante reviso de literatura, reviso legislativa e entrevista com os familiares de crianas intersex cadastrados no Ambulatrio de Gentica do Hospital das Clnicas em Salvador-Bahia.. Os resultados evidenciam que, os familiares continuam utilizando um conceito de gnero binrio e heteronormativo, impondo comportamentos entendidos como normais e punindo quando o comportamente extrapola este entendimento. Considerando a complexidade que a condio intersexual da criana envolve, tanto pela natureza interdisciplinar, quanto pela demanda de proteo da sade, bem como, considerando o atual debate sobre o conceito de gnero e heteronormatividade, urge uma clara poltica pblica de informao que promova uma conscincia crtica do binarismo imposto sociedade na perspectiva do respeito diversidade e dignidade da pessoa humana. Necessria, portanto, uma estratgia de educao em direitos humanos

Veja o artigo completo: PDF