Resumo Trabalho

SEXUALIDADES, GNERO E EDUCAO: O CONSERVADORISMO SAINDO DO ARMRIO?

Autor(es): MRCIO DE OLIVEIRA, REGINALDO PEIXOTO e orientado por ELIANE ROSE MAIO e orientado por ELIANE ROSE MAIO

A Educao tem sido um tema utilizado em campanhas polticas a fim de que candidatos/as alcancem a eleio para os mais diversos cargos: prefeituras, cmaras de vereadores/as, governos estaduais, cmaras de deputados/as estaduais e federais, senado e presidncia da repblica. No entanto, aps as eleies, aparentemente, esse tema foge da pauta dos/as eleitos/as, parecendo no ser mais uma rea importante de ser desenvolvida. Nesse sentido, os aspectos da Educao entram e saem de pauta de uma maneira inconsequente, de modo a parecer moeda de troca apenas em pocas de campanhas eleitorais. Assim, visvel que a rea educacional tem sofrido um desmonte considervel, sobretudo nas bandeiras ligadas aos Direitos Humanos. Temas como gnero e sexualidades, nos ltimos anos (sobretudo a partir de 2014), tm sido excludos de documentos importantes da Educao como, por exemplo, do Plano Nacional de Educao (PNE), de vrios Planos Estaduais de Educao (PEE), do Plano Distrital de Educao (PDE) e de inmeros Planos Municipais de Educao (PME). A partir desse cenrio, o presente texto tem o objetivo de discutir alguns documentos oficiais brasileiros que do suporte para o trabalho pedaggico sobre gnero e sexualidades nas instituies escolares, alm de debater acerca do apagamento recente desses temas dos documentos oficiais promulgados a partir de 2014. A pesquisa ser realizada por meio de cunho bibliogrfico e documental, associando os documentos oficiais e materiais j publicados sobre o tema, destacando que poucas conquistas tm sido efetivadas na rea educacional, enquanto proposta pedaggica para discusses sobre as temticas aqui elencadas.

Veja o artigo completo: PDF