Resumo Trabalho

A ECONOMIA DOS ORIFCIOS: A PERVERSO COMO SUSTENTAO E ANIQUILAMENTO

Autor(es): MONIK GISELLE LIRA MONTEIRO, ANGELI RAQUEL RAPOSO LUCENA DE FARIAS e orientado por HERMANO DE FRANA RODRIGUES e orientado por HERMANO DE FRANA RODRIGUES

Este trabalho prope analisar a pelcula Historia de O, adaptao da obra literria homnima, escrita pela francesa Anne Descolos, cujo pseudnimo Pauline Rege. O filme foi lanado no ano de 1975, com direo de Just Jaeckin e Sbastien Japrisot. Na narrativa, assistimos fotgrafa, mulher independente e jovem, chamada de O., adentrar no mundo sexual das praticas sadomasoquistas. Por amor, ela conhece esse mundo sob a conduo de seu amante Ren. Dias enclausurada num imenso castelo em Paris, a bela moa chicoteada, amarrada, penetrada por diversos homens, submetendo-se a uma rotina imposta pelas criadas e seus donos, estes antigos praticantes da arte sexual sadomasoquista. O. conhece o prazer perverso em ser sodomizada, dominada e controlada. A bela, consentindo tudo que lhe acontece, entrega-se a essa prtica, como tambm encontrar seu verdadeiro amor, Sir Stephen, seu dono, este a quem Ren havia prometido entregar a moa. Percorrendo as tramas da sexualidade humana, adentramos no sexual perverso, no intento de compreender os deslocamentos subjetivos da protagonista, correlacionando-os com as prticas sexuais que edifica. Como arcabouo terico, optamos pelas teorizaes de Sigmund Freud, como tambm de psicanalistas ps-freudianos, a exemplo de Joyce McDougall e Paulo Roberto Ceccarelli.

Veja o artigo completo: PDF