Resumo Trabalho

FEMINISTAS SECUNDARISTAS: DISCRIMINAES DE GNERO E RESISTNCIAS NO EXEMPLO DA COMISSO FEMINISTA DO COLGIO PEDRO II NO RIO DE JANEIRO

Autor(es): KRISTINA HINZ, THAIANA RODRIGUES DA SILVA

O campo de educao costuma ser citado como rea onde grandes conquistas em termos de equidade de gnero foram alcanadas. O acesso das mulheres ao ensino aumentou significativamente na segunda metade do sculo passado, de modo que o hiato de gnero hoje se encontra revertido. No entanto, as polticas pblicas educacionais pouco tm se preocupado com as questes relacionadas desigualdade e discriminao de gnero na educao que vo alm da democratizao do seu acesso. As prticas em sala de aula e no dia-a-dia escolar foram pouco discutidas e alteradas nas ltimas dcadas. O presente trabalho se estrutura nas entrevistas realizadas com as alunas integrantes da Comisso Feminista, xs professorxs e a direo do Colgio Pedro II, Campus Tijuca, no Rio de Janeiro, bem como na reviso bibliogrfica de literatura sobre discriminao e violncia de gnero no Brasil. Apresentamos resultados preliminares sobre as discriminaes e violncias de gnero que se fazem presentes nessa escola pblica, bem como a experincia de resistncia por parte da Comisso Feminista. Nossa pesquisa mostra que discriminaes e violncias de gnero das mais diversas naturezas so uma realidade no cotidiano dessa escola: assdios sexuais, ataques e difamaes verbais e at bullying virtual so relatados com frequncia e comprovam a necessidade de ensino e discusso crtica de assuntos relacionados a gnero, sexualidade e violncia de gnero. A mobilizao das prprias alunas comprova ainda a urgncia de polticas pblicas especificas voltadas para a promoo da igualdade e o combate da discriminao e violncia em funo do gnero.

Veja o artigo completo: PDF