Resumo Trabalho

A IDEOLOGIA CONSERVADORA POR TRS DO TERMO IDEOLOGIA DE GNERO

Autor(es): SANTE BRAGA DIAS SCALDAFERRI, JOSEFA BETÂNIA VILELA COSTA e orientado por SANTE BRAGA DIAS SCALDAFERRI e orientado por SANTE BRAGA DIAS SCALDAFERRI

Pretende-se, com este estudo, analisar a ideologia de gnero presente nos setores conservadores da sociedade brasileira, que utilizam, de maneira desonesta e superficial, o termo ideologia de gnero, sem nenhum aprofundamento, ou, fundamentao terica - conceitual. Utiliza-se nesse estudo, a pesquisa documental, com anlise do discurso de trechos retirados da bblia, propostas de lei, alm de textos e vdeos retirados dos dois principais sites de busca da internet, o Google e o Youtube, com a simples procura pelo termo: "ideologia de gnero". O discurso repetido, aqui encontrado, sintetizado na massificao do termo "ideologia de gnero", mascara a realidade, inverte a ordem das coisas e generaliza, de maneira apressada e superficial, o todo pela parte, se caracterizando dessa forma, como a verdadeira Ideologia de gnero. Com isso, os grupos conservadores reificam e naturalizam suas concepes empoeiradas sobre gnero, ao tempo em que procuram interditar, desqualificar, ou, simplificar os discursos contrrios, construdos historicamente na luta das ativistas e teorias ligadas s diversas correntes dos movimentos feministas e LGBTS. Lanamos, portanto, a hiptese de que, a superficialidade de tais grupos no se d apenas por preguia, ou, por ignorncia, mas por desonestidade intelectual, ou, pelo simples medo de perder a Escola - que, historicamente, se construiu, por um lado, como aparelho de dominao ideolgica burguesa, reproduzindo, entre outras coisas, o machismo, a heteronormatividade e o patriarcalismo, mas por outro, se revitaliza como um espao de resistncia e desconstruo das ideologias dominantes.

Veja o artigo completo: PDF