Resumo Trabalho

BIOGRAFAR PARA REALAR: REIVENES DE SI E AS SEXUALIDADES DISSIDENTES NA LITERATURA

Autor(es): PAULO CSAR GARCA

A convocao para o discurso biogrfico e autoficcional solicita refletir o processo de reinveno da subjetividade. O objetivo pensar como a obra ficcional de Joo Gilberto Noll e Caio Fernando Abreu indisciplinar por amostragem, ao repercutir, em suas escritas, as linhas de fora e de resistncia com as quais possvel apresentar o desconhecido. de onde autor e narrador se distanciam de significados considerados como universais e paradigmticos e representam o trnsito, derivas, diferenas, subjetividades que passam a ser operadas por discursos que exaltam o modo de vida fora de lugar de normas e conceitos sob estigmas. O realce ao carter biogrfico, nas obras dos escritores, expresso que procuro questionar com a implicao de o poder da metodologia comparativa processar a relao arte e vida, mediando temas, como as dissidncias formas de as sexualidades serem vistas nas livres posies de sujeitos e nas intermitentes vozes que se fazem ouvir. Portanto, a leitura que pretendo argumentar de que biografar sujeitos, identidades, sexualidades um cultivo do poder de fala, revelando a ideia de superao proveniente da dicotomia arte/vida com crticas culturais diante dos perfis que no rompem a linha que naturaliza e centraliza o esttico e o modo poltico de viver.

Veja o artigo completo: PDF