Resumo Trabalho

ESTGIO E OS PROBLEMAS DE GNERO: DIFICULDADES E CONQUISTAS DOS ESTUDANTES DO IFBA NA BUSCA PELO ESTGIO CURRICULAR

Autor(es): ALBA BANDEIRA COLAO, FABIANA FREITAS COSTA e orientado por FABIANA FREITAS COSTA e orientado por FABIANA FREITAS COSTA

O presente trabalho procura refletir sobre como as questes de gnero podem interferir na busca por estgio no setor de Petrleo e Gs. Ao concentrar-se na temtica de gnero, a pesquisa tenta explorar o modo como esse marcador social, que opera interseccionalmente com outros marcadores, afeta o processo de insero no mercado de trabalho, em especial, no processo de conquista do estagio curricular para os estudantes do curso tcnico subsequente de Petrleo e Gs Natural do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia da Bahia campus Simes Filho. Para tanto, foi utilizado, como procedimento metodolgico, a aplicao de um questionrio virtual encaminhado aos alunos e alunas egresso(a)s do ano de 2014, semestres 2014.1 e 2014.2. A partir dos resultados obtidos possvel levantar alguns apontamentos sobre o processo de busca por estgio, entre estes possvel citar as dificuldades relacionadas ao cenrio empregatcio atual na rea petrolfera e dificuldades relacionadas ao gnero enquanto marcador que limitou algumas alunas o acesso a vagas de estagio. Alm disso, nota-se a relevncia de outras questes que interferiram, ainda que indiretamente, na relao estudante-emprego como o diferencial curricular dos/as jovens e a relao com o trabalho remunerado e o trabalho domstico. Foram utilizadas as referncias tericas de Judith Butler e Kimberl Crenshaw, para o entendimento das relaes de gnero e questes interseccionais, as referncias de Maria F. Diogo, Maria F. Coutinho e Maria R. Lombardi, para fundamentar as questes do trabalho feminino em espaos masculinizados, e de Elza F. Santos, para entender a realidade do ensino profissional e a diviso sexual dos cursos. Por fim, a pesquisa utilizou o mtodo exploratrio, investigando marcadores sociais que facilitaram ou dificultaram o acesso dos alunos e alunas participantes do questionrio ao estgio curricular.

Veja o artigo completo: PDF