Resumo Trabalho

A EROTIZAO DA MULATA NA CULTURA BRASILEIRA.

Autor(es): PATRCIA DA SILVA SIMES DA CUNHA , JSSICA SOUZA DE PAIVA e orientado por JOANICE CONCEIO e orientado por JOANICE CONCEIO

Este artigo tem por objetivo discutir a histrica da objetificao da mulher negra, denominado como mulata presente no imaginrio cultural brasileiro pelo esteretipo de servilismo profissional e sexual, e que sustentada pelo passado histrico de escravido, criou o cone da mulata profissional, uma mulher dotada de erotismo e produto das mdias que prestam o papel de comercializar e espetacularizar essa imagem mundo a fora. Buscamos construir uma anlise que pretenda investigar o mito da democracia racial amplamente difundido, mas que ironicamente notamos a sua presena apenas durante as festividades do carnaval. Momento em que a mulata torna-se protagonista da festa em que todos os seus atributos fsicos so explorados, alando-a ao posto de celebridade. Endeusada pelo sistema que a coisifica, soma-se a isso, o excesso de violncia simblica que todo o seu passado histrico traz como bagagem. A objetificao sexual da mulata delimita o seu espao enquanto ser humano e mulher, tornando-a uma figura mtica do desejo imaginrio escravocrata e sustentando a manuteno e perpetuao da dominao patriarcal, contribuindo para o controle scio poltico de uma nao. Ademais, pretende-se compreender de que maneira o imaginrio brasileiro ainda sustenta a reproduo da imagem deturpada da mulher negra enquanto objeto de consumo sexual, portanto a reflexo contribuir para a desconstruo de esteretipos e discursos racistas, que veladamente ainda se mantm vivos de forma sistemtica no Brasil.

Veja o artigo completo: PDF