Resumo Trabalho

VULNERABILIDADE SOCIAL E RISCO AO SUICDIO DAS MULHERES TRANSEXUAIS HIV-POSITIVAS: RELATO DE EXPERINCIA

Autor(es): PAULA DANIELLA DE ABREU, CARLA ANDREIA A DE ANDRADE, CHARLES JEFFERSON CAVALCANTI DA SILVA, ALBERTO MAGALHES PIRES e orientado por EDNALDO CAVALCANTE DE ARAJO e orientado por EDNALDO CAVALCANTE DE ARAJO

Esse estudo objetivou identificar os limites e potencialidades frente a vulnerabilidade social e risco ao suicdio de mulheres transexuais HIV-positivas. Trata-se de um relato de experincia realizado no ms de Junho/2017, por intermdio da tcnica de escuta ativa para acolhimento, no ambulatrio de um hospital de referncia para HIV/AIDS, localizado no municpio de Recife-PE, Brasil. A vulnerabilidade social envolve aspectos individuais, coletivos e contextuais que implicam no processo sade/doena. O contexto de insero das mulheres transexuais, alicerado ao modelo heteronormativo, envolve discriminao, violncia e negao aos direitos humanos, esses fatores quando somados a condies precrias de vida, limita s oportunidades de acesso educao, emprego, renda equiparvel, as tornam mais susceptveis ao adoecimento fsico e mental. O desequilbrio entre os desafios impostos pela sociedade e os fatores resilientes, por vezes, so precursores de sentimentos deprimidos e ideao suicida. Conclui-se que as intervenes multiprofissionais e da Rede de Ateno Primria a Sade (RAPS), demanda da competncia cultural dos profissionais de sade frente a marginalizao s mulheres transexuais.

Veja o artigo completo: PDF