Resumo Trabalho

SEXO ABRIGADO: CUIDADOS DE PESSOAS EM SITUAO DE RUA PARA INFECES SEXUALMENTE TRANSMISSVEIS

Autor(es): MILENA VAZ SAMPAIO SANTOS, CARLOS ALBERTO PORCINO, DEJEANE DE OLIVEIRA SILVA, LORENA CARDOSO MANGABEIRA CAMPOS e orientado por JEANE FREITAS DE OLIVEIRA e orientado por JEANE FREITAS DE OLIVEIRA

As Infeces Sexualmente Transmissveis (IST) so consideradas um problema de sade pblica, com ocorrncia estimada em mais de 340 milhes de novos casos no mundo e a vida na rua pode precipitar problemas de sade, uma vez que a exposio os torna mais vulnerveis. Portanto, este trabalho tem como objetivo: analisar as representaes sociais de pessoas em situao de rua sobre o cuidado com as IST. Pesquisa qualitativa, fundamentada na Teoria das Representaes Sociais, desenvolvida com 72 pessoas em situao de rua, abrigadas em duas Unidades de Acolhimento Institucional, de Salvador-Bahia. Os resultados foram coletados entre maro e agosto de 2016, mediante aplicao das tcnicas de Desenho Estria com Tema (D-E) e Entrevista. Os D-E com tema foram analisados luz de tcnica proposta por Coutinho (2001) e as entrevistas foram processadas pelo software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ). Na anlise, os dados foram organizados em categorias e, para o presente trabalho, ser abordada a categoria Sexo Abrigado, que envolve questes referentes aos cuidados de pessoas em situao de rua para Infeces Sexualmente Transmissveis. Para o grupo investigado, ter uma moradia se configura como uma forma de resgate da cidadania, de proteo sade e superao de situaes de vulnerabilidade enfrentadas no cotidiano da rua. Alm disso, a presena de um espao fsico, delimitado, protegido para manter relaes sexuais se constitui um fator de preveno e proteo, tanto para IST como para sua segurana fsica e emocional.

Veja o artigo completo: PDF