Resumo Trabalho

MULHERES NA CULTURA E NA DINMICA SOCIAL DOS SERINGAIS: IMPLICAES EDUCACIONAIS

Autor(es): MURILENA PINHEIRO DE ALMEIDA, CLEYDE OLIVEIRA DE CASTRO NOGUEIRA, MARIA DE LOURDES ESTEVES BEZERRA e orientado por MARCO ANTONIO LEANDRO BARZANO e orientado por MARCO ANTONIO LEANDRO BARZANO

O presente trabalho visa desnaturalizar e desestabilizar a abordagem hegemnica sobre a constituio histrica do Acre que torna invisvel a presena de mulheres nos seringais e na cultura forjada nesse espao. E se constitui em um recorte da tese: O corpo humano no currculo do ensino de cincias, da escola primria, no Territrio Federal do Acre: uma perspectiva histrica, defendida no Programa de Ps-Graduao em Ensino, Filosofia e Histria das Cincias da Universidade Federal da Bahia. A narrativa apresentada utiliza aportes da Histria Cultural, emprega a tcnica da anlise de contedos e fundamenta-se em um conjunto de sries documentais, que incluem fotografias, ilustraes, jornais e documentos oficiais da rea de educao. Desta forma, produz-se uma narrativa em que se entrelaam gnero, cultura e educao. Pois, a perspectiva hegemnica na histria do Acre e do Brasil sistematicamente celebra e enaltece o masculino e preteri ou silencia a histria de mulheres. Por conseguinte, urge trazer a lume a perspectiva das mulheres na construo histrica, no social e nas tramas da cultura, visto ser de fundamental importncia compreenso da contribuio feminina para a organizao social, econmica e cultural no apenas dos seringais, mas da sociedade acreana, assim como ao prprio processo de forjar as identidades e aos papis atribudos a elas e conquista da equidade de gnero.

Veja o artigo completo: PDF