Resumo Trabalho

GNERO, RAA E A INCLUSO DE PESSOAS COM DEFICINCIAS VISUAIS EM ESCOLAS DE RIO BRANCO/ACRE.

Autor(es): MARIA DE LOURDES ESTEVES BEZERRA, CLEYDE OLIVEIRA DE CASTRO NOGUEIRA, MURILENA PINHEIRO DE ALMEIDA, ELIZABETH MIRANDA DE LIMA e orientado por PROF DR ARACY ALVES MARTINS e orientado por PROF DR ARACY ALVES MARTINS

Este trabalho tem por objetivo apresentar uma anlise crtica e reflexiva acerca de prticas pedaggicas, desenvolvidas junto a discentes com deficincia visual (cegueira e baixa viso) em 04 escolas regulares de Rio Branco-Acre. Seu objetivo principal busca tornar evidentes as questes de gnero e raa, que permeiam as caractersticas dos estudantes, professores e tcnicos que constituem o grupo de indivduos que compem o estudo. Trata-se de uma releitura e recorte das falas dos participantes da tese Incluso de pessoas com deficincia visual na escola regular: bases organizativas e pedaggicas no Estado do Acre, do Programa de Ps-Graduao em Educao, Conhecimento e Incluso Social Doutorado da Universidade Federal de Minas Gerais. Assim na construo deste artigo, atenta-se para as questes de gnero e de raa que interseccionam os estudantes no processo de ensino e de aprendizagem e, consequentemente, incidem no processo de incluso escolar. A realizao desse trabalho possui aporte terico e metodolgico nos estudos de casos mltiplos e no emprego das tcnicas de entrevista, observao de aulas, aplicao de questionrios para os professores, gestores, tcnicos e alunos com deficincia visual (cegos e com baixa viso). A incluso de alunos com necessidades educacionais especiais, na escola regular, por si s, um processo complexo, polmico e multifacetado, e essa questo se agrava ainda mais quando esse processo se refere a alunos com deficincias, pobres e negros. Nesse sentido, reflexes e discusses mais aprofundadas em torno dessas questes se faz urgente entre todos os envolvidos no planejamento, execuo e seu acompanhamento. Nessa perspectiva, a formao de professores a inicial e a continuada necessita ser repensada de modo que esses contedos faam parte das discusses que permeiam os currculos desses cursos.

Veja o artigo completo: PDF