Resumo Trabalho

A TEMÁTICA DA NEGRITUDE E DA CONDIÇÃO FEMININA EM AULAS DE LITERATURA NO ENSINO MÉDIO: BUSCANDO NOVOS CAMINHOS

Autor(es): JÉSSICA PEREIRA GONÇALVES, JAINE BARBOSA

O Ensino Médio é uma etapa da educação básica marcada por grandes expectativas e cobranças. Diante desse cenário, surge o ensino de Literatura, que, além de contribuir para a formação de leitores, participa da construção do pensamento crítico do alunado, através dos próprios componentes da linguagem e da sua abertura à discussão de temas relevantes e influentes para o quadro social em que estamos inseridos. Pensando nessa questão, este trabalho, fruto das experiências na disciplina de Estágio de Literatura- Ensino Médio, do curso de Letras– Língua Portuguesa, da UFCG, tem como principal objetivo apresentar e discutir os resultados de uma experiência de ensino realizada em uma escola pública na cidade de Campina Grande. Tal experiência se deu por meio da leitura e interpretação de narrativas e poemas sobre a temática da Negritude e da Condição Feminina. Sendo assim, refletiremos, sobre o processo de preparação das aulas e a execução delas. Descreveremos o contexto em que realizamos a imersão, a metodologia empregada para a execução das atividades, como os alunos reagiram à aplicação delas e quais foram os resultados obtidos com a experiência. Diante do que observamos, pudemos perceber a importância do professor como agente indispensável à sala de aula e quão influente é a leitura para o aprendizado dos estudantes. Assim, ficou evidente que promover o encontro com o texto literário é o caminho necessário para a formação de leitores de Literatura. Para a construção do artigo, nos apoiamos nas considerações de Machado (2014), Guimarães (2012), Petit (2008), entre outros.

Veja o artigo completo: PDF