Resumo Trabalho

O ENSINO-APRENDIZAGEM DE ANÁLISE COMBINATÓRIA EM SALA DE AULA

Autor(es): ADRIANO ALVES DA SILVEIRA, JORGE DE LIMA ASSIS, EDUARDO DA SILVA ANDRADE, CARLOS ALEX ALVES

A presente pesquisa teve como intuito compreender como estava ocorrendo o ensino-aprendizagem de Análise Combinatória em algumas escolas do estado da Paraíba. A escolha dessa temática teve como justificativa, verificar como está ocorrendo o estudo da Análise Combinatória em algumas escolas públicas, determinando quais as dificuldades encontradas pelos alunos no estudo dessa temática. Assim, este trabalho teve o objetivo de investigar, por meio de dois questionários, aplicados aos estudantes e professores, as estratégias e dificuldades encontradas pelos alunos do 2º ano do Ensino Médio, como também as percepções dos professores sobre o estudo dessa temática. O nosso propósito era responder as seguintes questões: Quais as estratégicas utilizadas e dificuldades encontradas pelos alunos no estudo da Análise Combinatória? Quais justificativas dos professores em deixar o estudo de Análise Combinatória de lado? Com isso, elegemos como sujeitos da pesquisa seis turmas do 2º ano do Ensino Médio, e os respectivos professores dessas turmas, distribuídas nos Municípios de Alagoinha - PB, Mulungu - PB e Rio Tinto – PB. Conclui-se esta pesquisa enfatizando que o professor deve ser criterioso e cauteloso com os conteúdos que devem ser trabalhados, ou seja, conteúdos que trabalham o cotidiano do aluno, mostrando que o conhecimento matemático se faz necessário, sem dúvida é essencial para o desenvolvimento de habilidades que caracterizam o pensar matemático do aluno. Desta forma, o conteúdo de Análise Combinatória não deve ser deixado de lado, devido à facilidade de trabalhar com o cotidiano do aluno.

Veja o artigo completo: PDF