Resumo Trabalho

O EFEITO DA SECA NA PRODUÇÃO AGRÍCOLA: UM ESTUDO DE CASO NAS MICRORREGIÕES DO NORDESTE: 1991-2015

Autor(es): JAMILY FREIRE GONÇALVES, WELLINGTON RIBEIRO JUSTO, NATANIELE DOS SANTOS ALENCAR, TIAGO CARTAXO DE LUCENA

Apesar da extensa literatura sobre a seca que é um fator determinante da economia, poucos são os trabalhos que a relacionam com a produção agrícola e com o valor da produção para as microrregiões do Nordeste brasileiro. O objetivo desse trabalho foi analisar o efeito da seca na produção agrícola e valor da produção das principais culturas da agricultura familiar: arroz, milho, feijão e mandioca nas microrregiões do Nordeste do Brasil no período de 1991 a 2015. Foram estimados modelos de regressão múltipla com variáveis dummies com dados em painel com dados do Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA. Durante o período analisado, observou-se que tanto o El Niño como o La Niña afetam tanto a produção como o valor da produção. Constatou-se também uma baixa produtividade dessas culturas. Não linearmente, mas observou-se o crescimento da produção de milho e queda na produção de arroz. Assim, tem-se que há espaço para implantação de políticas públicas que permitam o cultivo de variedades mais adaptadas para região bem como de outras práticas agrícolas que atenuem os efeitos das variações climáticas na produção e renda dos agricultores.

Veja o artigo completo: PDF