Resumo Trabalho

O COOPERATIVISMO/ASSOCIATIVISMO EM PORTALEGRE-RN: RESULTADOS E DESAFIOS

Autor(es): BOANERGES DE FREITAS BARRETO FILHO

São inatos ao homem lutar pela sobrevivência e buscar a melhoria de suas condições de vida e, exatamente, por tais características é que inúmeras experiências foram sendo testadas e aperfeiçoadas ao longo do tempo, dentre as quais, pode-se afirmar que as mais bem sucedidas foram aquelas que aglutinaram os esforços dos indivíduos. Tem-se, portanto, um componente ancestral que serve de estímulo para a cooperação. O cooperativismo/associativismo pode ser compreendido como uma resposta às adversidades vivenciadas por milhões de famílias excluídas da divisão das riquezas produzidas no capitalismo. É, neste sentido, uma alternativa reformista, embora diferenciada, de inserção no moderno sistema produtor de mercadorias. A partir deste quadro, têm-se como objetivo esquadrinhar a realidade do cooperativismo/associativismo no município de Portalegre/RN no início do século XXI, destacando-se as ações e os resultados alcançados. Os resultados apontam que o município se apropriou de quantidade significativa de recursos para fomentar as atividades produtivas e viabilização de obras de infraestrutura. As tentativas de ampliação e consolidação de cadeias produtivas competitivas no município resultaram, quase todas, em insucessos. Os projetos incentivados não sobreviveram ao desmame dos recursos públicos e involuíram ou desapareceram, demonstrando que as tentativas de inserção dos produtos no mercado local/regional precisam ser calibradas. Já os projetos de melhorias na infraestrutura apresentaram desempenho satisfatório e facilitaram a habitabilidade da zona rural.

Veja o artigo completo: PDF