Resumo Trabalho

A CRISE HÍDRICA: UMA DISCUSSÃO MULTIESFERAS

Autor(es): MANOEL MARIANO NETO DA SILVA , CLEANTO FERNANDES DE SOUSA, RAIMUNDO ROMAO BATISTA

Este trabalho tem por objetivos discutir os fatores que se configuram como agravantes para a crise hídrica nacional, analisar as condições da região Nordeste frente a esta problemática e destacar as principais soluções adotadas. Para tanto, utilizou-se de dados secundários e revisão de literatura. Ao abordar a distribuição dos recursos hídricos frente ao território nacional e comparar com os índices demográficos pode-se perceber que não há uma equivalência, visto que em algumas regiões há menores concentrações de água, que somado as grandes massas populacionais propiciam o surgimento de problemas referentes a manutenção e fornecimento dos recursos hídricos. A disponibilidade e usos de água na região Nordeste, particularmente na região semiárida, é uma questão crucial no que se refere ao seu desenvolvimento. Em função das dificuldades históricas, os maiores avanços na gestão dos recursos hídricos, comparando-se as regiões do país, vêm ocorrendo no Nordeste. Salienta-se que a adoção de estratégias para uma gestão mais eficiente frente ao consumo dos recursos hídricos é uma urgência mundial, uma vez que o acesso a esse recurso ocorre de forma desigual e não eficiente, o que intensifica os efeitos da crise hídrica. Desse modo, a atuação consciente da sociedade é a medida mais viável para combater a falta de água.

Veja o artigo completo: PDF