Resumo Trabalho

LITERATURA, HISTÓRIA E CULTURA: UMA VISÃO DESCOLONIZADA DO ENSINO DA LITERATURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA

Autor(es): ANA MARIA CARNEIRO ALMEIDA DINIZ

Durante séculos, o currículo de ensino nas mais diversas áreas do conhecimento estava voltado para saberes produzidos por pesquisadores ocidentais, nestes havia a inserção de concepções de valores artísticos e de conhecimentos denominados científicos que colocavam a cultura européia em um patamar superior às demais culturas. A literatura está entre os instrumentos que contribuíram para o fortalecimento de um pensamento colonial que estabeleceu e, ainda em alguns contextos, estabelece como legítima uma pretensa hierarquização racial que permeia o imaginário social e dificulta a relação entre os sujeitos pertencentes a diferentes contextos étnico-culturais. Dessa forma, o presente estudo de caráter bibliográfico aborda uma possível perspectiva do ensino de literatura que vise a uma desconstrução desse imaginário, mostrando que a inserção de textos literários produzidos por representantes das chamadas “minorias” contribui para o conhecimento da existência das múltiplas identidades e tradições culturais em uma condição de igualdade de direitos e de valores. Assim, espera-se que a discussão contribua para a descolonização das práticas do ensino nas aulas de Literatura, fazendo com passem a inserir, adequadamente, textos literários pertencentes á cultura africana e afro-brasileira. Para realização dessa discussão, serão tomados como base textos pertencentes aos Estudos Culturais e Pós-coloniais, bem como textos referentes a leis e parâmetros da educação nacional.

Veja o artigo completo: PDF