Resumo Trabalho

CONSIDERAÇÕES SOBRE A MÚSICA CONTEMPORÂNEA E SUA CONFIGURAÇÃO CULTURAL/SOCIAL/ECONÔMICA DE UM PÚBLICO CONSUMIDOR: O CASO DO SERTANEJO UNIVERSITÁRIO.

Autor(es): JULIO NETO DOS SANTOS e orientado por IVANALDO OLIVEIRA DOS SANTOS FILHO

Este trabalho objetiva fazer uma análise da atual conjuntura musical brasileira, especialmente do sertanejo universitário. A música é um dos elementos da cultura que é mais sensível às mudanças de uma sociedade. Ela acompanha os desdobramentos da tecnologia, dos comportamentos dos indivíduos e das mudanças das classes sociais e econômicas. No cenário atual, o espaço da música aparece como diversificado, porém somente um estilo predomina no gosto do mídia mass, o sertanejo universitário. A configuração musical desse segmento da música vem ao encontro da atual sociedade que se tem com um gosto voltado, único e exclusivamente, para as paixões fugazes e a exibição do corpo. Nesse trabalho será utilizado o método arqueológico e genealógico desenvolvido pelo filósofo Michel Foucault, no qual se observará a emergência desses saberes e dos discursos sobre o sertanejo universitário e como esses saberes se estabelecem como uma ordem e uma positividade sobre a docilização do corpo. Portanto, a atual configuração da música brasileira, na observação do sertanejo universitário, é o reflexo de uma sociedade consumista, narcisista voltada apenas para a cultura como meio de consumo e não de uma prática reflexiva, sem que isso possa, nessa análise criar ou incitar algum preconceito em relação ao estilo musical em análise, mas apenas mostrar como isso se mostra como uma prática na cultura e na música brasileira.

Veja o artigo completo: PDF