Resumo Trabalho

A IMAGEM DA MULHER NEGRA E RESIST√äNCIA EM INSUBIMISSAS L√ĀGRIMAS DE MULHERES, DE CONCEI√á√ÉO EVARISTO

Autor(es): LYANDRA BESSA DE CARVALHO e orientado por MA. ELEN KARLA SOUSA DA SILVA

As hist√≥rias de Insubmissas l√°grimas de mulheres (2011) apresentam como protagonistas mulheres negras. Essas mulheres exp√Ķem suas ang√ļstias, desejos, medos, vida na favela, exclus√Ķes sociais, entretanto, evidenciam a enorme capacidade de se libertarem do lugar de amargura, opress√£o, subalternidade e criarem modos de resist√™ncia. Desse modo, esta pesquisa tem como objetivo analisar a representa√ß√£o feminina e os modos de resist√™ncia em contos de Insubmissas l√°grimas de mulheres (2011). A escrita de Evaristo rompe as fronteiras do espa√ßo patriarcal ao projetar nos contos um espa√ßo de resist√™ncia, a autora retrata mulheres que apesar de serem oprimidas e emudecidas por uma sociedade sexista, se fortalecem e reconstroem suas vidas. Tal interesse, deu-se pelo fato da narrativa pertencer √† literatura afro-brasileira, al√©m da escrita apresentar marcas de uma resist√™ncia feminina negra devido a crescente luta advinda dos movimentos feministas. Temos como ancoragem te√≥rica: Angela Davis (2013); Stuart Hall (2003); Spivak (2010); Bernd (1984; 1987; 1988), dentre outros. Quanto √† metodologia, nossa pesquisa adota uma abordagem qualitativa, e o tipo de pesquisa bibliogr√°fica. Isto posto, ressaltamos que √© de extrema import√Ęncia √† luta pelos movimentos feministas e que, o preconceito e a viol√™ncia √†s mulheres, principalmente a mulher negra, necessitam serem extintos para que possamos viver em um mundo com mais igualdade e equidade, em que, independente de ra√ßa, classe social, e g√™nero, todos t√™m um papel importante na sociedade.

Veja o artigo completo: PDF