Resumo Trabalho

ATRÁS DO SAMBA HAVIA O SANTO: DIÁLOGO SOBRE O SAGRADO NO SAMBA DE ORFEU DA CONCEIÇÃO

Autor(es): MICHEL DE LUCENA COSTA

A pesquisa realizada sobre o Orfeu da Conceição, obra de Vinícius de Moraes, impulsionou o estudo sobre um elemento chave nesta dramaturgia: o samba enquanto veículo do sagrado. Orfeu, herói grego e único mortal a ir e retornar do mundo dos mortos, foi ressignificado nesta peça como sendo um sambista carioca, cuja música é capaz de mover e promover a vida no morro. Esta sacralidade percebida em Orfeu da Conceição chamou a atenção para a sacralidade presente no samba, enquanto fruto de relações desenvolvidas nas casas das Tias Baianas, espaços estes tanto reservados para o culto aos orixás como também para as festividades. Isso posto, objetiva-se com este trabalho, sob a perspectiva de Sagrado proposto por Mircea Eliade, estudar como ocorre o processo de significação numinosa no samba carioca para entender a sacralidade da personagem Orfeu da Conceição.

Veja o artigo completo: PDF