Resumo Trabalho

PRÁTICAS INTERVENTIVAS PARA A FORMAÇÃO DO LEITOR: UM ENFOQUE SOBRE A LINGUAGEM VERBAL E NÃO VERBAL NOS ANOS INICIAIS

Autor(es): ELENICE ALVES PEREIRA

Este trabalho é fruto das discussões realizadas na disciplina de Linguagem Verbal e Não verbal do Curso de Mestrado Acadêmico em Ensino – CMAE do campus Avançado Professora Maria Eliza de Albuquerque Maia – CAMEAM. Assim, temos como objetivo compreender como se dá a formação do leitor, com base nas práticas interventivas do professor frente à problemática da linguagem verbal e não verbal, considerando o trabalho desenvolvido em uma biblioteca da rede privada de ensino da cidade de Pau dos Ferros/RN. Desta forma, utilizamos como recurso metodológico o caso de ensino, com base em observações realizadas com alunos dos Anos Iniciais, especificamente, com o primeiro ano. Para tanto, utilizaremos como aporte teórico, autores como Martins (2007), Dionísio (2008), Charlot (2014) Freire (2003), Gomes (2010), Rojo (2015) dentre outros, que nos ajudam a compreender o processo de ensino e aprendizagem, a formação do leitor, bem como, as definições da linguagem verbal e não verbal e os multiletramentos. Portanto, destacamos que o processo de ensino e aprendizagem é mutável e individual, e que a compreensão da leitura se dá não somente no texto verbal, como também no não verbal, uma vez que, possibilitamos espaços formativos nos quais os alunos possam construir significado acerca do conhecimento/atividade apresentada, considerando os multiletramentos, em uma perspectiva crítica reflexiva.

Veja o artigo completo: PDF