Resumo Trabalho

SCHEREZADE, VIAJANTE DO PENSAMENTO NÔMADE: UMA LEITURA DO ROMANCE VOZES DO DESERTO SOB A ÓTICA DA FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA DE GILLES DELEUZE E FÉLIX GUATTARI

Autor(es): MARIA DO SOCORRO SOUZA SILVA e orientado por RONIÊ RODRIGUES DA SILVA

RESUMO: Considerando o que discutem os filósofos franceses Gilles Deleuze e Félix Guattari acerca dos conceitos de Rizoma, Corpo sem órgãos, Máquina abstrata de rostidade, Máquina de guerra e Aparelho de Estado na obra Mil platôs, objetivamos realizar uma leitura crítica do romance Vozes do Deserto (2004), da escritora contemporânea Nélida Piñon, associando os paradigmas filosóficos citados à construção da identidade dos protagonistas da narrativa, o Califa e a Scherezade. Por tratar-se de duas personagens que constroem suas subjetivações de maneira contrastante, sendo o Califa um homem de raízes, de personalidade fixa; e a Scherezade uma jovem de pensamentos e conduta multifacetada, procuramos problematizar suas identificações, utilizando a teoria referida para compreender o embate desenvolvido entre os personagens ao longo da narrativ

Veja o artigo completo: PDF