Resumo Trabalho

EDUCA√á√ÉO N√ÉO-FORMAL DE CATADORES DE MATERIAIS RECICL√ĀVEIS: UM ESTUDO DE CASO DO ACORDO VERDE EM JO√ÉO PESSOA-PB

Autor(es): C√ćCERO OT√ĀVIO DE LIMA PAIVA

A educa√ß√£o n√£o-formal tem sido reconhecida como aquelas atividades envolvendo ensino-aprendizagem fora do contexto escolar. Muitas pessoas em situa√ß√£o de vulnerabilidade social largam os estudos por necessidade e acabam com o passar do tempo voltando a estudar por meio da educa√ß√£o n√£o formal. Nesse contexto est√£o inseridos muitos catadores de materiais recicl√°veis, e diante disso este trabalho tem como objetivo avaliar como os catadores do Acordo Verde de Jo√£o Pessoa-PB se relacionam com o ensino n√£o-formal e os impactos desse ensino nas vidas deles. Para condu√ß√£o da pesquisa far-se-√° um estudo do tipo emp√≠rico, com abordagem indutiva e procedimento descritivo, atrav√©s da observa√ß√£o direta. Na identifica√ß√£o geral dos catadores foi constatado que todos os catadores entrevistados n√£o chegaram sequer a concluir o ensino fundamental, por√©m apesar de n√£o terem conclu√≠do o ensino fundamental os catadores do Acordo Verde s√£o todos alfabetizados, sendo que na pr√≥pria cooperativa tem uma sala utilizada como sala de aula onde os catadores tem aula uma vez por semana por alunos de cursos de licenciatura da Universidade do Estado da Para√≠ba-UEPB. Tal realidade contraria o fato de que a Para√≠ba possui a segunda maior taxa de analfabetismo entre os catadores (39,8%) ficando apenas atr√°s de Alagoas que possui 41,3%. Apesar de informal o ensino na cooperativa Acordo Verde traz benef√≠cios para situa√ß√Ķes di√°rias dos catadores, retirando os mesmos do maior √≠ndice de analfabetismo entre os estados do Nordeste, contribuindo para maior independ√™ncia deles e redu√ß√£o de desigualdades.

Veja o artigo completo: PDF