Resumo Trabalho

O PROCESSOS DE VARIA√á√ÉO LINGU√ćSTICA NO CORDEL ¬ďO LINGUAJAR CEARENSE¬Ē

Autor(es): ROMÃO DE FREITAS SILVA

O presente artigo prop√Ķe uma abordagem anal√≠tica e te√≥rica sobre o processo de varia√ß√£o lingu√≠stica no cordel ¬ďO linguajar cearense¬Ē da autora Josenir Amorim Alves de Lacerda, expondo a contextualiza√ß√£o da obra no que diz respeito a estudos sociolingu√≠sticos e enfatizando o dialeto cearense e sua originalidade. Para isso, utilizamos fragmentos de termos retirados do poema, com o intuito de entender como esse fen√īmeno acontece no campo lingu√≠stico, nos policiando sempre em conservar a reprodu√ß√£o da fala atrav√©s do texto po√©tico. Para a realiza√ß√£o deste trabalho, nossa base te√≥rica √© composta por estudiosos como: Calvet (2002), Bagno (2013), Cezario e Votre (2013), Coellho, et all. (2015) e Chagas (2007). Tamb√©m como fortuna cr√≠tica, usamos Sousa (2014) e Teixeira (2008) que discutem sobre o cordel. Esta pesquisa, al√©m de observar aspectos lingu√≠sticos, se porta tamb√©m em preservar tra√ßos da cultura cearense e de certo modo do povo sertanejo, a intera√ß√£o com o corpus e a discuss√£o com a teoria dos estudiosos j√° mencionados, nos permitiu refletir e entender a import√Ęncia em cultivar e respeitar as peculiaridades das mais diversificadas culturas presentes nos grupos sociais do nosso pa√≠s.

Veja o artigo completo: PDF