Resumo Trabalho

AN√ĀLISE TRANSLINGU√ćSTICA DA VERBO-VISUALIDADE E DOS SENTIDOS CONSTITUTIVOS DO TIPO √ČTNICO DO VAQUEIRO

Autor(es): BENEDITO FRANCISCO ALVES

A partir do arcabou√ßo te√≥rico-metodol√≥gico da An√°lise Dial√≥gica do Discurso (BRAIT, 2014), este trabalho realiza uma an√°lise transligu√≠stica da verbo-visualidade e dos sentidos que consolidam o tipo √©tnico e os discursos do vaqueiro no contexto da cidade de Morada Nova, Cear√°. O referencial te√≥rico est√° baseado na categoria da compreens√£o responsiva ativa ¬Ė consolidada ao longo das reflex√Ķes de Bakhtin (1986, 1993, 2003, 2010a, 2010b) e Bakhtin/Voloshinov (1993, 2002) ¬Ė e na categoria da verbo-visualidade ¬Ė baseada em Brait (2003). O objetivo do trabalho √© compreender as estrat√©gias enunciativas que marcam o processo singular de constitui√ß√£o do tipo √©tnico do vaqueiro contempor√Ęneo em rela√ß√£o ao discurso que exalta a figura de um vaqueiro m√≠tico, aut√™ntico e trajado em suas vestes de couro. O corpus do trabalho √© constitu√≠do pela intersec√ß√£o entre as imagens de um v√≠deo sobre uma ¬ďpega de boi no mato¬Ē e o hino do vaqueiro de Morada Nova. No caso espec√≠fico de Morada Nova, a partir da an√°lise do corpus √© poss√≠vel depreender que a verbo-visualidade das pr√°ticas e discursos enunciados concretamente pelos vaqueiros ajudam a constituir um tipo √©tnico afeito √† lida do campo e cada vez mais heterog√™neo. Os discursos enunciados pelos vaqueiros revelam que as transforma√ß√Ķes decorrentes da atividade econ√īmica e cultural vivenciadas por uma sociedade que aprecia o of√≠cio e o esporte da vaquejada s√£o fatos originais. A t√≠tulo de considera√ß√Ķes finais, √© poss√≠vel perceber que h√° uma insufic√™ncia de pol√≠ticas p√ļblicas e de espa√ßos de di√°logo para garantir uma efetiva melhoria da vida do vaqueiro e a preserva√ß√£o do ambiente f√≠sico e cultural da vaquejada enquanto elemento situado e ressignificado por um processo de compreens√£o responsiva e ativa.

Veja o artigo completo: PDF