Resumo Trabalho

MEMÓRIAS LITERÁRIAS E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES EM SALA DE AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Autor(es): FRANCISCA CARLENE DA SILVA e orientado por GILTON SAMPAIO DE SOUZA

O presente trabalho é resultado de uma intervenção pedagógica, mediante sequência didática, realizada em aulas de língua portuguesa em uma turma de 8º ano do ensino fundamental e faz parte de um processo realizado para a constituição do corpus de uma pesquisa de mestrado do PROFLETRAS. A pesquisa traz discussões sobre a argumentação, ensino de língua portuguesa, identidade, memórias literárias. Está vinculada ao Grupo de Pesquisa em Produção e Ensino de Texto (GPET). Como professora e pesquisadora foi despertada a necessidade de levar para a sala de aula, temáticas significativas e que pudessem contribuir para a construção de identidade e ideia de pertencimento das gerações mais novas com o lugar onde vivem. Para isto, realizamos quatorze oficinas, no decorrer destas, nossos alunos entrevistaram pessoas idosas do município sobre temáticas como: educação, trabalho, família, cultura, religiosidade, entre outras. Orientamos estudos sobre o gênero textual memórias literárias e solicitamos a produção dos textos a partir das entrevistas realizadas. Com isto, obtivemos a produção de uma coletânea intitulada de Memórias Santanenses que demonstra os conhecimentos adquiridos pelos alunos sobre o lugar. Com o trabalho realizado percebemos a aproximação entre as duas gerações e principalmente, a partir das produções feitas pelos alunos, constatamos a ideia de pertencimento e uma identidade mais relacionada ao lugar onde vivem, de forma que esta ideia foi apresentada nos textos a partir da hierarquia de valores identificada através dos estudos que norteiam nossa pesquisa, a argumentação.

Veja o artigo completo: PDF