Artigo Anais III SINPROVS

ANAIS de Evento

ISSN: 978-85-7946-272-6

AÇÃO ALELOPÁTICA DO EXTRATO AQUOSO DE FOLHAS DE MELIA AZEDARACH SOBRE A GERMINAÇÃO DE CLITORIA FAIRCHILDIANA

Palavra-chaves: METABOLISMO SECUNDÁRIO, ALELOPATIA, ESPÉCIES FLORESTAIS Pôster (PO) AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas
"2018-05-07 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40268
    "edicao_id" => 86
    "trabalho_id" => 98
    "inscrito_id" => 430
    "titulo" => "AÇÃO ALELOPÁTICA DO EXTRATO AQUOSO DE FOLHAS DE MELIA AZEDARACH SOBRE A GERMINAÇÃO DE CLITORIA FAIRCHILDIANA"
    "resumo" => "A alelopatia pode ser definida como a liberação do acúmulo de produtos do metabolismo secundário das plantas por intermédio das folhas, raízes e partes vegetativas que irão interagir de forma negativa ou positiva com as plantas ao seu redor. Objetivou-se neste estudo avaliar o potencial alelopático do extrato de Melia azadarach sobre a germinação e índice de velocidade de germinação (IVG) de Clitoria fairchildiana. Folhas de Melia azadarach coletadas no perímetro do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba, foram trituradas e usadas na preparação de um extrato 10% do Peso Volume (p/v).  Desta solução foram obtidas diluições nas concentrações de 2,5%, 5,0%, 7,5% e 10,0%. Sementes de Clitoria fairchildiana foram semeadas em papel Germitest umedecido com estas diluições e água destilada (testemunha). Em seguida, as folhas foram dispostas em sacos de plástico transparente e acondicionados a 30º C em germinador tipo BOD com fotoperíodo de oito horas. Foi observado que o extrato produzido com as folhas de Melia azadarach demonstrou potencial alelopático sobre as sementes de Clitoria fairchildiana, afetando a porcentagem de germinação e o índice de velocidade de germinação (IVG)."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas"
    "palavra_chave" => "METABOLISMO SECUNDÁRIO, ALELOPATIA, ESPÉCIES FLORESTAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV105_MD4_SA2_ID430_05042018141828.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:24"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:58:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "AMADEU PIMENTEL TRAVASSOS"
    "autor_nome_curto" => "AMADEU TRAVASSOS"
    "autor_email" => "amadeutravassos@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-sinprovs"
    "edicao_nome" => "Anais III SINPROVS"
    "edicao_evento" => "III Simpósio Nacional de Estudos para a Produção Vegetal no Semiárido"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/sinprovs/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d837f4ee5d_19022020155039.png"
    "edicao_capa" => "5f1880cbf32a5_22072020150915.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-05-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 54
    "publicacao_nome" => "Revista SINPROVS"
    "publicacao_codigo" => "978-85-7946-272-6"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40268
    "edicao_id" => 86
    "trabalho_id" => 98
    "inscrito_id" => 430
    "titulo" => "AÇÃO ALELOPÁTICA DO EXTRATO AQUOSO DE FOLHAS DE MELIA AZEDARACH SOBRE A GERMINAÇÃO DE CLITORIA FAIRCHILDIANA"
    "resumo" => "A alelopatia pode ser definida como a liberação do acúmulo de produtos do metabolismo secundário das plantas por intermédio das folhas, raízes e partes vegetativas que irão interagir de forma negativa ou positiva com as plantas ao seu redor. Objetivou-se neste estudo avaliar o potencial alelopático do extrato de Melia azadarach sobre a germinação e índice de velocidade de germinação (IVG) de Clitoria fairchildiana. Folhas de Melia azadarach coletadas no perímetro do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba, foram trituradas e usadas na preparação de um extrato 10% do Peso Volume (p/v).  Desta solução foram obtidas diluições nas concentrações de 2,5%, 5,0%, 7,5% e 10,0%. Sementes de Clitoria fairchildiana foram semeadas em papel Germitest umedecido com estas diluições e água destilada (testemunha). Em seguida, as folhas foram dispostas em sacos de plástico transparente e acondicionados a 30º C em germinador tipo BOD com fotoperíodo de oito horas. Foi observado que o extrato produzido com as folhas de Melia azadarach demonstrou potencial alelopático sobre as sementes de Clitoria fairchildiana, afetando a porcentagem de germinação e o índice de velocidade de germinação (IVG)."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas"
    "palavra_chave" => "METABOLISMO SECUNDÁRIO, ALELOPATIA, ESPÉCIES FLORESTAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV105_MD4_SA2_ID430_05042018141828.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:24"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:58:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "AMADEU PIMENTEL TRAVASSOS"
    "autor_nome_curto" => "AMADEU TRAVASSOS"
    "autor_email" => "amadeutravassos@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-sinprovs"
    "edicao_nome" => "Anais III SINPROVS"
    "edicao_evento" => "III Simpósio Nacional de Estudos para a Produção Vegetal no Semiárido"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/sinprovs/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d837f4ee5d_19022020155039.png"
    "edicao_capa" => "5f1880cbf32a5_22072020150915.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-05-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 54
    "publicacao_nome" => "Revista SINPROVS"
    "publicacao_codigo" => "978-85-7946-272-6"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 07 de maio de 2018

Resumo

A alelopatia pode ser definida como a liberação do acúmulo de produtos do metabolismo secundário das plantas por intermédio das folhas, raízes e partes vegetativas que irão interagir de forma negativa ou positiva com as plantas ao seu redor. Objetivou-se neste estudo avaliar o potencial alelopático do extrato de Melia azadarach sobre a germinação e índice de velocidade de germinação (IVG) de Clitoria fairchildiana. Folhas de Melia azadarach coletadas no perímetro do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba, foram trituradas e usadas na preparação de um extrato 10% do Peso Volume (p/v). Desta solução foram obtidas diluições nas concentrações de 2,5%, 5,0%, 7,5% e 10,0%. Sementes de Clitoria fairchildiana foram semeadas em papel Germitest umedecido com estas diluições e água destilada (testemunha). Em seguida, as folhas foram dispostas em sacos de plástico transparente e acondicionados a 30º C em germinador tipo BOD com fotoperíodo de oito horas. Foi observado que o extrato produzido com as folhas de Melia azadarach demonstrou potencial alelopático sobre as sementes de Clitoria fairchildiana, afetando a porcentagem de germinação e o índice de velocidade de germinação (IVG).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.