Artigo Anais III SINPROVS

ANAIS de Evento

ISSN: 978-85-7946-272-6

UTILIZAÇÃO DE CASA DE SEMENTES, COMO FONTE DE PRESERVAÇÃO E RESGATE DE SEMENTES CRIOULAS, DE ESPÉCIES NATIVAS AGRÍCOLAS

Palavra-chaves: INTERCÂMBIO, VARIABILIDADE, PRESERVAÇÃO Pôster (PO) AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas
"2018-05-07 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40557
    "edicao_id" => 86
    "trabalho_id" => 263
    "inscrito_id" => 16479
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DE CASA DE SEMENTES, COMO FONTE DE PRESERVAÇÃO E RESGATE DE SEMENTES CRIOULAS, DE ESPÉCIES NATIVAS AGRÍCOLAS"
    "resumo" => "Durante milhares de anos, agricultores de diversos lugares do mundo mantiveram a tradição de plantar uma gama de espécies alimentícias usadas como garantia de subsistência para as comunidades locais. A experiência dos bancos de sementes crioulas não surge do nada, na verdade ela tem origem no conhecimento tradicional do camponês e na sua relação com a natureza. Sementes crioulas são as sementes cuidadas e melhoradas sob o domínio das comunidades tradicionais. O resgate dessas sementes é importante para a manutenção e por se tratar de materiais adaptados às condições locais adversas, podendo também ser fontes de genes importantes para um programa de melhoramento, devido a sua variabilidade. Diante do exposto, a presente proposta é justificada pela sua relevante importância de resistência ao modelo de desenvolvimento hegemônico, bem como pelo seu papel enfático de recuperação e preservação da agrobiodiversidade e melhoria da qualidade das sementes cultivadas e armazenadas, promovendo assim a introdução de práticas sustentáveis e de resgate de costumes e tradições do homem do campo, sustentabilidade da agricultura familiar e a segurança alimentar, bem como preservação do patrimônio genético das comunidades rurais do cariri cearense. O objetivo central deste trabalho foi promover a articulação dos agricultores  familiares da comunidade rural Baixio das Palmeiras da região do Cariri, promovendo o resgate das sementes crioulas; Preservação e conservação das sementes agrícolas e nativas adaptadas; Aumentar a disponibilidade de sementes armazenadas; Sustentabilidade das culturas locais; Avaliar a qualidade e o modo de armazenamento das sementes crioulas. O contato possibilitou adquirir mais informações em relação a cultura e a tradição da comunidade, onde as reuniões aconteceram no terceiro domingo de cada mês. A partir daí foi aplicado questionários com perguntas semiestruturadas ao presidente da associação, no intuito de obter informações sobre à casa de sementes Baixio das Palmeiras. No resgate da casa de sementes foi feito mutirões para aquisição do material genético junto à comunidade, e intercambio com comunidades vizinhas e com o banco germoplasma da Universidade Federal do Cariri, aumentando assim a disponibilidade e variedade de sementes. Os agricultores também se uniram para a construção de uma roça comunitária para multiplicação das sementes armazenadas. Além de palestras e reuniões com ONGs como Associação Cristã de Base-ACB e Cáritas Diocesana. Foi possível verificar a viabilidade de algumas espécies armazenadas com o teste de germinação, apresentando bons resultados para sementes como milho geração 2002, fava rajada e fava geração 1998, com 75%, 80% e 100% respectivamente, visto que o armazenamento é realizado em garrafas tipo PET, mantendo umidade ideal e reduzido nível de oxigênio que contribui para a ausência de insetos-praga."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas"
    "palavra_chave" => "INTERCÂMBIO, VARIABILIDADE, PRESERVAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV105_MD4_SA2_ID16479_20042018214412.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:58:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELO MOURA CHAVES"
    "autor_nome_curto" => "MARCELO MOURA"
    "autor_email" => "marcelomoura873@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI - UFCA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-sinprovs"
    "edicao_nome" => "Anais III SINPROVS"
    "edicao_evento" => "III Simpósio Nacional de Estudos para a Produção Vegetal no Semiárido"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/sinprovs/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d837f4ee5d_19022020155039.png"
    "edicao_capa" => "5f1880cbf32a5_22072020150915.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-05-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 54
    "publicacao_nome" => "Revista SINPROVS"
    "publicacao_codigo" => "978-85-7946-272-6"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40557
    "edicao_id" => 86
    "trabalho_id" => 263
    "inscrito_id" => 16479
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DE CASA DE SEMENTES, COMO FONTE DE PRESERVAÇÃO E RESGATE DE SEMENTES CRIOULAS, DE ESPÉCIES NATIVAS AGRÍCOLAS"
    "resumo" => "Durante milhares de anos, agricultores de diversos lugares do mundo mantiveram a tradição de plantar uma gama de espécies alimentícias usadas como garantia de subsistência para as comunidades locais. A experiência dos bancos de sementes crioulas não surge do nada, na verdade ela tem origem no conhecimento tradicional do camponês e na sua relação com a natureza. Sementes crioulas são as sementes cuidadas e melhoradas sob o domínio das comunidades tradicionais. O resgate dessas sementes é importante para a manutenção e por se tratar de materiais adaptados às condições locais adversas, podendo também ser fontes de genes importantes para um programa de melhoramento, devido a sua variabilidade. Diante do exposto, a presente proposta é justificada pela sua relevante importância de resistência ao modelo de desenvolvimento hegemônico, bem como pelo seu papel enfático de recuperação e preservação da agrobiodiversidade e melhoria da qualidade das sementes cultivadas e armazenadas, promovendo assim a introdução de práticas sustentáveis e de resgate de costumes e tradições do homem do campo, sustentabilidade da agricultura familiar e a segurança alimentar, bem como preservação do patrimônio genético das comunidades rurais do cariri cearense. O objetivo central deste trabalho foi promover a articulação dos agricultores  familiares da comunidade rural Baixio das Palmeiras da região do Cariri, promovendo o resgate das sementes crioulas; Preservação e conservação das sementes agrícolas e nativas adaptadas; Aumentar a disponibilidade de sementes armazenadas; Sustentabilidade das culturas locais; Avaliar a qualidade e o modo de armazenamento das sementes crioulas. O contato possibilitou adquirir mais informações em relação a cultura e a tradição da comunidade, onde as reuniões aconteceram no terceiro domingo de cada mês. A partir daí foi aplicado questionários com perguntas semiestruturadas ao presidente da associação, no intuito de obter informações sobre à casa de sementes Baixio das Palmeiras. No resgate da casa de sementes foi feito mutirões para aquisição do material genético junto à comunidade, e intercambio com comunidades vizinhas e com o banco germoplasma da Universidade Federal do Cariri, aumentando assim a disponibilidade e variedade de sementes. Os agricultores também se uniram para a construção de uma roça comunitária para multiplicação das sementes armazenadas. Além de palestras e reuniões com ONGs como Associação Cristã de Base-ACB e Cáritas Diocesana. Foi possível verificar a viabilidade de algumas espécies armazenadas com o teste de germinação, apresentando bons resultados para sementes como milho geração 2002, fava rajada e fava geração 1998, com 75%, 80% e 100% respectivamente, visto que o armazenamento é realizado em garrafas tipo PET, mantendo umidade ideal e reduzido nível de oxigênio que contribui para a ausência de insetos-praga."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02. Exploração de espécies agrícolas e nativas"
    "palavra_chave" => "INTERCÂMBIO, VARIABILIDADE, PRESERVAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV105_MD4_SA2_ID16479_20042018214412.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:58:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELO MOURA CHAVES"
    "autor_nome_curto" => "MARCELO MOURA"
    "autor_email" => "marcelomoura873@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI - UFCA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-sinprovs"
    "edicao_nome" => "Anais III SINPROVS"
    "edicao_evento" => "III Simpósio Nacional de Estudos para a Produção Vegetal no Semiárido"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/sinprovs/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d837f4ee5d_19022020155039.png"
    "edicao_capa" => "5f1880cbf32a5_22072020150915.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-05-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 54
    "publicacao_nome" => "Revista SINPROVS"
    "publicacao_codigo" => "978-85-7946-272-6"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 07 de maio de 2018

Resumo

Durante milhares de anos, agricultores de diversos lugares do mundo mantiveram a tradição de plantar uma gama de espécies alimentícias usadas como garantia de subsistência para as comunidades locais. A experiência dos bancos de sementes crioulas não surge do nada, na verdade ela tem origem no conhecimento tradicional do camponês e na sua relação com a natureza. Sementes crioulas são as sementes cuidadas e melhoradas sob o domínio das comunidades tradicionais. O resgate dessas sementes é importante para a manutenção e por se tratar de materiais adaptados às condições locais adversas, podendo também ser fontes de genes importantes para um programa de melhoramento, devido a sua variabilidade. Diante do exposto, a presente proposta é justificada pela sua relevante importância de resistência ao modelo de desenvolvimento hegemônico, bem como pelo seu papel enfático de recuperação e preservação da agrobiodiversidade e melhoria da qualidade das sementes cultivadas e armazenadas, promovendo assim a introdução de práticas sustentáveis e de resgate de costumes e tradições do homem do campo, sustentabilidade da agricultura familiar e a segurança alimentar, bem como preservação do patrimônio genético das comunidades rurais do cariri cearense. O objetivo central deste trabalho foi promover a articulação dos agricultores familiares da comunidade rural Baixio das Palmeiras da região do Cariri, promovendo o resgate das sementes crioulas; Preservação e conservação das sementes agrícolas e nativas adaptadas; Aumentar a disponibilidade de sementes armazenadas; Sustentabilidade das culturas locais; Avaliar a qualidade e o modo de armazenamento das sementes crioulas. O contato possibilitou adquirir mais informações em relação a cultura e a tradição da comunidade, onde as reuniões aconteceram no terceiro domingo de cada mês. A partir daí foi aplicado questionários com perguntas semiestruturadas ao presidente da associação, no intuito de obter informações sobre à casa de sementes Baixio das Palmeiras. No resgate da casa de sementes foi feito mutirões para aquisição do material genético junto à comunidade, e intercambio com comunidades vizinhas e com o banco germoplasma da Universidade Federal do Cariri, aumentando assim a disponibilidade e variedade de sementes. Os agricultores também se uniram para a construção de uma roça comunitária para multiplicação das sementes armazenadas. Além de palestras e reuniões com ONGs como Associação Cristã de Base-ACB e Cáritas Diocesana. Foi possível verificar a viabilidade de algumas espécies armazenadas com o teste de germinação, apresentando bons resultados para sementes como milho geração 2002, fava rajada e fava geração 1998, com 75%, 80% e 100% respectivamente, visto que o armazenamento é realizado em garrafas tipo PET, mantendo umidade ideal e reduzido nível de oxigênio que contribui para a ausência de insetos-praga.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.