Artigo E-book 1: I CONIMAS e III CONIDIS/2019

E-books

ISBN: 978-65-86901-10-8 

MAPEAMENTO DA TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE E DO ÍNDICE DE VEGETAÇÃO EM ANOS DE EL NIÑO/LA NIÑA NO MUNICÍPIO DE COREMAS-PB

Palavra-chaves: LANDSAT, NDVI, TST, CORREÇÃO ATMOSFÉRICA, CUREMA-MÃE D’ÁGUA E-book AT 05: Gestão, Qualidade e Acesso às Águas Publicado em 12 de junho de 2020

Resumo

UMA PRIORIDADE NO SEMIÁRIDO NORDESTINO É A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS, PRINCIPALMENTE DEVIDO A GRANDE VARIABILIDADE DA PRECIPITAÇÃO NA REGIÃO E A ATUAÇÃO DE FENÔMENOS CLIMÁTICOS QUE PODEM PROVOCAR SECAS SEVERAS E COMPROMETER O ABASTECIMENTO DE ÁGUA. UMA FERRAMENTA QUE PODE AUXILIAR NA GESTÃO DESSES RECURSOS E POSSIBILITA O MONITORAMENTO TEMPORAL E ESPACIAL É O SENSORIAMENTO REMOTO, ATRAVÉS DE IMAGENS DE SATÉLITES EM PERÍODOS DISTINTOS. NESSA PERSPECTIVA, O PRESENTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO AVALIAR O IMPACTO DA ATUAÇÃO DE SISTEMAS CLIMÁTICOS, ESPECIFICAMENTE O EL NIÑO E A LA NIÑA, NA TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE TERRESTRE, NA VEGETAÇÃO E NO VOLUME DO SISTEMA CUREMA-MÃE D’ÁGUA NOS ANOS DE 2008, 2015 E 2018 UTILIZANDO SENSORIAMENTO REMOTO. FORAM UTILIZADAS IMAGENS DOS SATÉLITES LANDSAT 5 E DO LANDSAT 8 E OBTIDAS NDVI E TST DOS ANOS SUPRACITADOS. O ANO DE 2008 APRESENTOU O SISTEMA NA SUA CAPACIDADE MÁXIMA DE VOLUME, PERCEBEU-SE QUE EM 2015 E 2018 APARECEU VEGETAÇÃO DENTRO DO LEITO DOS AÇUDES, MOSTRANDO A AUSÊNCIA DE ÁGUA. EM 2015 FOI O ANO COM MAIOR VALOR DE TST MÁXIMO SEM CORREÇÃO ATMOSFÉRICA E O FORTE EL NIÑO TEVE UM GRANDE IMPACTO NO VOLUME DOS DO SISTEMA CUREMA-MÃE D’ÁGUA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.