Artigo Anais III CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 142
IDENTIDADES SEXUAIS: OS DESAFIOS DE UM POSICIONAMENTO POLÍTICO

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA, SEXUALIDADE, PRÁTICA DOCENTE Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidade e Educação

Resumo

O presente trabalho questiona os dilemas que enfrentam os sujeitos ao expressarem politicamente afinco as diversas expressões que constituem a identidade sexual, o espaço onde isto é percebido é a escola, então é trilhando inúmeras reflexões e problematizações a partir da representatividade e hetoronormatividade que reverberam entre os indivíduos no ambiente mencionado. Para isso, se estabeleceu como objetivo geral: Analisar as diversas manifestações da sexualidade na educação formal. Enquanto que os específicos são: Conceituar a terminologia identidade, sobretudo na perspectiva dos educandos e compreender a cultura escolar como mediadora das discussões no âmbito da orientação sexual, identificar a violência contra os transgressores da heterossexualidade. Para fomentar as discussões teóricas utilizou-se autores como: Candau (2008), Freire (2011), Hall (2000), Laraia (2002), Loiola (2009), Lopes (2003), Junqueira (2009), entre outros. Além desse método, se fez necessário uma pesquisa de campo com expressão qualitativa, esta proposta utilizou como estratégia para a coleta de dados um questionário, este foi direcionado à 05 educandos do 3º ano no do ensino médio no turno da tarde de uma escola da rede pública de ensino na cidade de Parnaíba – PI com a finalidade de perceber os possíveis dilemas que reverberam ao dialogaram a coma diversidade cotidianamente pelo espaço escolar. Por fim, com esta proposta de investigação foi possível repensar os dilemas que reverberam dentro da escola no contexto das diversas expressões que fomentam um posicionamento político no que tange a diversidade sexual como identidade, além disso, foi possível perceber o preconceito e a discriminação dos sujeitos que vivem a sexualidade diferente da heterossexualidade, com isso, se abriu possibilidade para se pensar em uma educação que privilegie a igualdade e a cidadania.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.