Artigo Anais I CONIMAS e III CONIDIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-186X

ESTIMAÇÃO DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS EM NATAL/ RN, BRAZIL

Palavra-chaves: EROSIVIDADE, AEDES AEGYPIT, TERMAL, CONFORTO TÉRMICO, CONFORTO TÉRMICO Comunicação Oral (CO) AT 16: Interdisciplinaridade
"2019-11-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 63507
    "edicao_id" => 114
    "trabalho_id" => 456
    "inscrito_id" => 1765
    "titulo" => "ESTIMAÇÃO DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS EM NATAL/ RN, BRAZIL"
    "resumo" => "O GRUPO DE PESQUISA ESTUDOS GEOAMBIENTAIS DO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA-UFRN PUBLICA MENSALMENTE O “BOLETIM BIOCLIMÁTICO DE NATAL”, VINCULADO AO PROJETO “MONITORAMENTO BIOCLIMÁTICO EM NATAL/RN”. OS TRABALHOS REFERENTES AOS BOLETINS OBEDECEM A UM PADRÃO CRONOLÓGICO CONTINUADO, PERMITINDO CONTRIBUIR NA RELAÇÃO CLIMA-HOMEM-QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL/RN. NESSE CONTEXTO, O PRESENTE ARTIGO VISA EXPOR OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UTILIZADOS NA ELABORAÇÃO DO BOLETIM BIOCLIMÁTICO, COM O INTUITO DE DISSEMINA-LOS E CONTRIBUIR COM PESQUISAS GEOGRÁFICAS ONDE A VERTENTE CLIMATOLÓGICA SEJA UMA CONDICIONANTE NO PROCESSO DE ANÁLISE TERRITORIAL. OS DADOS CLIMÁTICOS SÃO COLETADOS DIARIAMENTE NA ESTAÇÃO CLIMATOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, ENQUANTO QUE AS IMAGENS DE SATÉLITE, SÃODISPONIBILIZADAS PELO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS-INPE. O BOLETIM INFORMATIVO TAMBÉM TRAZ UM PROGNÓSTICO COM A PROBABILIDADE DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS PARA O MÊS SUBSEQUENTE. PARA CADA VARIÁVEL HÁ UM MODELO ASSOCIADO, PROBABILÍSTICO (GAMA, GAUSS E WEIBULL), FÍSICO (EROSIVIDADE DE LOMBARDI NETO), CONFORTO TÉRMICO (ÍNDICE DE TEMPERATURA E UMIDADE-ITU), ÍNDICE ULTRAVIOLETA (RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA), ALÉM DE UM MODELO BIOFÍSICO PARA PROBABILIDADE DE PROLIFERAÇÃO DO AEDES AEGYPIT. OS NÍVEIS DE PROBABILIDADE SEGUEM A PROPOSTA DO PAINEL INTERGOVERNAMENTAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS (IPCC).O BOLETIM PARA O MÊS DE MARÇO DE 2018 EVIDENCIA QUE QUANTO À ESTIMATIVA DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS NO NÍVEL DE CONFIANÇA DE 90% (MUITO PROVÁVEL) E 95% (EXTREMAMENTE PROVÁVEL), A PRECIPITAÇÃO FICARÁ NO MÁXIMO EM 341,2 MM E 377,0 MM; O ÍNDICE DE RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA APRESENTARÁ RISCO EXTREMO À SAÚDE HUMANA; A EROSIVIDADE SERÁ BAIXA E A SENSAÇÃO TÉRMICA APRESENTAR-SE-Á COM GRANDE DESCONFORTO.HÁ CONDIÇÕES AMBIENTAIS FAVORÁVEISAO DESENVOLVIMENTO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI COM PROLIFERAÇÃO DA DENGUE."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 16: Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "EROSIVIDADE, AEDES AEGYPIT, TERMAL, CONFORTO TÉRMICO, CONFORTO TÉRMICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV133_MD1_SA50_ID1765_31102019095917.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:59"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:45:46"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FERNANDO MOREIRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "FERNANDO MOREIRA"
    "autor_email" => "fernandoxmoreira@bol.com."
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conimas-e-iii-conidis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONIMAS e III CONIDIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Internacional de Meio Ambiente e Sociedade e III Congresso Internacional da Diversidade do Semiárido"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conimas-e-conidis/2019"
    "edicao_logo" => "5e4a0ac95979e_17022020003849.png"
    "edicao_capa" => "5f184b3570210_22072020112037.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-11-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 33
    "publicacao_nome" => "Anais CONIDIS"
    "publicacao_codigo" => "2526-186X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 63507
    "edicao_id" => 114
    "trabalho_id" => 456
    "inscrito_id" => 1765
    "titulo" => "ESTIMAÇÃO DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS EM NATAL/ RN, BRAZIL"
    "resumo" => "O GRUPO DE PESQUISA ESTUDOS GEOAMBIENTAIS DO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA-UFRN PUBLICA MENSALMENTE O “BOLETIM BIOCLIMÁTICO DE NATAL”, VINCULADO AO PROJETO “MONITORAMENTO BIOCLIMÁTICO EM NATAL/RN”. OS TRABALHOS REFERENTES AOS BOLETINS OBEDECEM A UM PADRÃO CRONOLÓGICO CONTINUADO, PERMITINDO CONTRIBUIR NA RELAÇÃO CLIMA-HOMEM-QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL/RN. NESSE CONTEXTO, O PRESENTE ARTIGO VISA EXPOR OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UTILIZADOS NA ELABORAÇÃO DO BOLETIM BIOCLIMÁTICO, COM O INTUITO DE DISSEMINA-LOS E CONTRIBUIR COM PESQUISAS GEOGRÁFICAS ONDE A VERTENTE CLIMATOLÓGICA SEJA UMA CONDICIONANTE NO PROCESSO DE ANÁLISE TERRITORIAL. OS DADOS CLIMÁTICOS SÃO COLETADOS DIARIAMENTE NA ESTAÇÃO CLIMATOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, ENQUANTO QUE AS IMAGENS DE SATÉLITE, SÃODISPONIBILIZADAS PELO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS-INPE. O BOLETIM INFORMATIVO TAMBÉM TRAZ UM PROGNÓSTICO COM A PROBABILIDADE DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS PARA O MÊS SUBSEQUENTE. PARA CADA VARIÁVEL HÁ UM MODELO ASSOCIADO, PROBABILÍSTICO (GAMA, GAUSS E WEIBULL), FÍSICO (EROSIVIDADE DE LOMBARDI NETO), CONFORTO TÉRMICO (ÍNDICE DE TEMPERATURA E UMIDADE-ITU), ÍNDICE ULTRAVIOLETA (RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA), ALÉM DE UM MODELO BIOFÍSICO PARA PROBABILIDADE DE PROLIFERAÇÃO DO AEDES AEGYPIT. OS NÍVEIS DE PROBABILIDADE SEGUEM A PROPOSTA DO PAINEL INTERGOVERNAMENTAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS (IPCC).O BOLETIM PARA O MÊS DE MARÇO DE 2018 EVIDENCIA QUE QUANTO À ESTIMATIVA DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS NO NÍVEL DE CONFIANÇA DE 90% (MUITO PROVÁVEL) E 95% (EXTREMAMENTE PROVÁVEL), A PRECIPITAÇÃO FICARÁ NO MÁXIMO EM 341,2 MM E 377,0 MM; O ÍNDICE DE RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA APRESENTARÁ RISCO EXTREMO À SAÚDE HUMANA; A EROSIVIDADE SERÁ BAIXA E A SENSAÇÃO TÉRMICA APRESENTAR-SE-Á COM GRANDE DESCONFORTO.HÁ CONDIÇÕES AMBIENTAIS FAVORÁVEISAO DESENVOLVIMENTO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI COM PROLIFERAÇÃO DA DENGUE."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 16: Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "EROSIVIDADE, AEDES AEGYPIT, TERMAL, CONFORTO TÉRMICO, CONFORTO TÉRMICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV133_MD1_SA50_ID1765_31102019095917.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:59"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:45:46"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FERNANDO MOREIRA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "FERNANDO MOREIRA"
    "autor_email" => "fernandoxmoreira@bol.com."
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conimas-e-iii-conidis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONIMAS e III CONIDIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Internacional de Meio Ambiente e Sociedade e III Congresso Internacional da Diversidade do Semiárido"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conimas-e-conidis/2019"
    "edicao_logo" => "5e4a0ac95979e_17022020003849.png"
    "edicao_capa" => "5f184b3570210_22072020112037.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-11-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 33
    "publicacao_nome" => "Anais CONIDIS"
    "publicacao_codigo" => "2526-186X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de novembro de 2019

Resumo

O GRUPO DE PESQUISA ESTUDOS GEOAMBIENTAIS DO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA-UFRN PUBLICA MENSALMENTE O “BOLETIM BIOCLIMÁTICO DE NATAL”, VINCULADO AO PROJETO “MONITORAMENTO BIOCLIMÁTICO EM NATAL/RN”. OS TRABALHOS REFERENTES AOS BOLETINS OBEDECEM A UM PADRÃO CRONOLÓGICO CONTINUADO, PERMITINDO CONTRIBUIR NA RELAÇÃO CLIMA-HOMEM-QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL/RN. NESSE CONTEXTO, O PRESENTE ARTIGO VISA EXPOR OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UTILIZADOS NA ELABORAÇÃO DO BOLETIM BIOCLIMÁTICO, COM O INTUITO DE DISSEMINA-LOS E CONTRIBUIR COM PESQUISAS GEOGRÁFICAS ONDE A VERTENTE CLIMATOLÓGICA SEJA UMA CONDICIONANTE NO PROCESSO DE ANÁLISE TERRITORIAL. OS DADOS CLIMÁTICOS SÃO COLETADOS DIARIAMENTE NA ESTAÇÃO CLIMATOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, ENQUANTO QUE AS IMAGENS DE SATÉLITE, SÃODISPONIBILIZADAS PELO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS-INPE. O BOLETIM INFORMATIVO TAMBÉM TRAZ UM PROGNÓSTICO COM A PROBABILIDADE DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS PARA O MÊS SUBSEQUENTE. PARA CADA VARIÁVEL HÁ UM MODELO ASSOCIADO, PROBABILÍSTICO (GAMA, GAUSS E WEIBULL), FÍSICO (EROSIVIDADE DE LOMBARDI NETO), CONFORTO TÉRMICO (ÍNDICE DE TEMPERATURA E UMIDADE-ITU), ÍNDICE ULTRAVIOLETA (RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA), ALÉM DE UM MODELO BIOFÍSICO PARA PROBABILIDADE DE PROLIFERAÇÃO DO AEDES AEGYPIT. OS NÍVEIS DE PROBABILIDADE SEGUEM A PROPOSTA DO PAINEL INTERGOVERNAMENTAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS (IPCC).O BOLETIM PARA O MÊS DE MARÇO DE 2018 EVIDENCIA QUE QUANTO À ESTIMATIVA DE EVENTOS BIOCLIMÁTICOS NO NÍVEL DE CONFIANÇA DE 90% (MUITO PROVÁVEL) E 95% (EXTREMAMENTE PROVÁVEL), A PRECIPITAÇÃO FICARÁ NO MÁXIMO EM 341,2 MM E 377,0 MM; O ÍNDICE DE RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA APRESENTARÁ RISCO EXTREMO À SAÚDE HUMANA; A EROSIVIDADE SERÁ BAIXA E A SENSAÇÃO TÉRMICA APRESENTAR-SE-Á COM GRANDE DESCONFORTO.HÁ CONDIÇÕES AMBIENTAIS FAVORÁVEISAO DESENVOLVIMENTO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI COM PROLIFERAÇÃO DA DENGUE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.